Mercado abrirá em 5 h 17 min

Celular novo? 10 ajustes essenciais que todo usuário deve fazer

André Lourenti Magalhães
·4 minuto de leitura

Trocou de celular recentemente? Com o novo aparelho em mãos, é hora de fazer os ajustes iniciais para poder desfrutar dos recursos, além de transferir arquivos e conteúdos importantes do seu smartphone antigo.

Android e iOS oferecem uma configuração inicial guiada, logo no primeiro acesso, mas ainda existem outros processos importantes para ajustar em seu celular. Essas configurações envolvem segurança, backup, acesso a apps e muito mais. Confira quais são!

1. Defina formas de bloqueios e senhas

Use diferentes formas de acesso ao celular (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Use diferentes formas de acesso ao celular (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

A segurança do aparelho é extremamente importante para evitar o acesso a dados pessoais e informações sensíveis. Por isso, é necessário definir senhas para poder desbloquear o celular. Além da presença de PIN ou código por símbolo, muitos aparelhos mais novos oferecem a opção do desbloqueio da tela por impressão através do leitor biométrico.

No iOS, essa configuração pode ser feita em “Ajustes” > “Touch ID”. No Android, o caminho é “Configurações” > “Biometria e segurança”.

2. Configure assistentes pessoais

Assistentes como a Siri são muito úteis no cotidiano (Imagem: Divulgação/Apple)
Assistentes como a Siri são muito úteis no cotidiano (Imagem: Divulgação/Apple)

Cada sistema operacional oferece seus assistentes pessoais por comandos de voz: a Siri, no iOS, e o Google Assistente, no Android. Além disso, existem outras versões, como a Bixby, da Samsung, e a Alexa, da Amazon. Faça a configuração e reconhecimento da voz nessas plataformas para poder receber informações personalizadas e realizar diferentes comandos.

3. Transfira seu backup

Transfira arquivos e apps de um celular para outro (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Transfira arquivos e apps de um celular para outro (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Não é necessário perder as suas fotos, conversas e ainda ter que instalar um aplicativo. Caso tenha realizado backup em algum serviço de nuvem, é possível transferir os arquivos de mídia rapidamente entre celulares. Além disso, existem apps específicos para quem está migrando a um aparelho de determinada marca, transferindo até mesmo os apps baixados. Alguns exemplos são o Mi Mover (Android), Samsung Smart Switch (Android) e Migrar para iOS (Android).

4. Configure um destino para as fotos

Google Fotos é uma das principais opções (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Google Fotos é uma das principais opções (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Imagens são os itens que mais ocupam espaço dentro do seu celular, sejam as fotos tiradas com a câmera do aparelho ou recebidas em aplicativos de mensagens. O ideal seria, assim que comprar o aparelho, definir um local para fazer o backup de suas fotos. Usuários de iOS podem optar pelo iCloud, da própria Apple, enquanto o Google Fotos é uma das principais opções do Android.

5. Encontre meu aparelho

Utilize o app para localizar seu dispositivo (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Utilize o app para localizar seu dispositivo (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Configure o seu smartphone para que ele seja encontrado em caso de perda ou roubo. No Android, a localização é feita pelo "Encontre meu dispositivo"; no iPhone pelo "Buscar iPhone". Para configurar, acesse as opções de segurança do seu aparelho.

6. Vincule suas contas

Use o ID Apple para conectar com seu iPhone (Imagem: Divulgação/Apple)
Use o ID Apple para conectar com seu iPhone (Imagem: Divulgação/Apple)

Os dois sistemas operacionais permitem a vinculação de contas do Google e da Apple. Faça o login em cada uma delas para manter o acesso a diferentes arquivos, plataformas e registros. Caso já tenha criado uma conta previamente, o usuário pode fazer uma transição mais simples entre celulares.

7. Configure seu SIM

Use o SIM para fazer ligações John-Mark Smith/Pexels
Use o SIM para fazer ligações John-Mark Smith/Pexels

Os celulares conseguem utilizar o Wi-Fi para acessar redes sociais e baixar aplicativos. Entretanto, é importante ter um cartão SIM instalado para acessar redes móveis, fazer e receber ligações, acessar sua agenda de contatos e utilizar aplicativos como o WhatsApp.

8. Ative as atualizações automáticas

É muito importante que os aplicativos e o sistema operacional estejam constantemente atualizados. As atualizações ajudam a corrigir erros, trazem novidades e amplificam métodos de segurança no seu aparelho. Portanto, configure a App Store ou a Play Store para baixarem novas versões pelo Wi-Fi ou por dados móveis – nesse caso, sujeito à cobrança de dados.

9. Conecte dispositivos Bluetooth

Mantenha AirPods e outros aparelhos conectados (Imagem: Bruno Salutes/Captura de tela)
Mantenha AirPods e outros aparelhos conectados (Imagem: Bruno Salutes/Captura de tela)

Os dispositivos sem são encontrados com frequência cada vez maior. Se você utiliza um fone sem fio ou adquiriu os AirPods, da Apple, não se esqueça de ativar o Bluetooth do celular e conectar seus acessórios. Dessa forma, os fones de ouvido e caixas de som serão pareados automaticamente quando ligados.

10. Autorize o novo aparelho em apps

Alguns aplicativos, principalmente os de bancos e outras instituições financeiras, necessitam de uma autorização para reconhecerem o novo aparelho. Em alguns casos, é necessário dirigir-se a uma agência ou caixa eletrônico, mas bancos digitais agilizam esse processo pelas próprias plataformas. Valide o seu novo smartphone para poder acessar todos os recursos desse aplicativos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: