Mercado fechará em 1 h 9 min
  • BOVESPA

    116.916,74
    +452,68 (+0,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.352,88
    -700,68 (-1,56%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,14
    +0,53 (+1,01%)
     
  • OURO

    1.844,80
    -6,10 (-0,33%)
     
  • BTC-USD

    30.469,07
    -1.577,30 (-4,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    613,33
    -26,59 (-4,16%)
     
  • S&P500

    3.795,75
    -53,87 (-1,40%)
     
  • DOW JONES

    30.619,20
    -317,84 (-1,03%)
     
  • FTSE

    6.567,37
    -86,64 (-1,30%)
     
  • HANG SENG

    29.297,53
    -93,73 (-0,32%)
     
  • NIKKEI

    28.635,21
    +89,03 (+0,31%)
     
  • NASDAQ

    13.316,25
    -169,25 (-1,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5237
    +0,0129 (+0,20%)
     

Celular com tela enrolável da LG ganha data de lançamento e codinome

Rubens Eishima
·2 minuto de leitura

Depois do lançamento do Velvet, a divisão de celulares da LG estaria preparando outro trunfo para marcar sua virada no segmento após anos de prejuízos. Fontes ouvidas pelo site sul-coreano TheElec revelaram que a empresa prepara para o começo de 2021 o lançamento de seu smartphone com tela enrolável, em desenvolvimento sob o codinome "B Project" (Projeto B).

O Projeto B já estaria em fase de prototipagem na fábrica da empresa na cidade de Pyeongtaek. O uso da letra seria uma referência ao nome do CEO da LG, Kwon Bong-seok (Kwon é o sobrenome). Outro codinome revelado foi o “Wing”, para o smartphone com tela giratória esperado para o segundo semestre.

A descrição do celular lembra uma patente mostrada no Canaltech em novembro do ano passado. A tela do Projeto B se expande para os lados, rolando para dentro das laterais quando é recolhida.

Patente descreveu tela OLED que se enrola nas laterais do celular (imagem: LetsGoDigital)
Patente descreveu tela OLED que se enrola nas laterais do celular (imagem: LetsGoDigital)

Na cama com o inimigo

Curiosamente, o site sul-coreano divulgou que o painel OLED do celular não será fornecido pela LG Display — divisão da empresa responsável por telas OLED e LCD —, e sim pela rival chinesa BOE, cotada para fornecer o componente para os próximos aparelhos premium de Apple e Samsung.

A LG Display tem demonstrado suas telas OLED flexíveis desde 2013, exibindo desde então algumas evoluções da tecnologia, aplicada também em televisores de tela grande.

A adoção pela LG Electronics de um componente “rival” após tantos anos pode indicar que a tecnologia dos sul-coreanos não amadureceu o suficiente ou possui um preço proibitivo. A BOE, por sua vez, já fornece telas OLED dobráveis para modelos como o Huawei Mate X e o Motorola Razr 2019.

Os chineses já demonstraram um protótipo de tela enrolável um ano atrás, mas o componente ainda não tinha um painel touch na época:

Fonte: Canaltech