Mercado fechado

Sem hipocrisia: celebridades que demonstraram coragem ao declarar o uso de maconha

Famosos admitem usar maconha. Foto: Reprodução/Instagram

Admitir o uso de drogas publicamente e falar sobre o assunto abertamente quase sempre foi um tabu, mesmo para muitos famosos.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Não é o caso de Luciano Huck, Luana Piovani, Ludmilla e Gregório Duvivier, que trataram do assunto do assunto sem preconceitos e abertamente.

Leia também

Veja o que eles falaram: 

Luciano Huck falou que já experimentou 

O apresentador de televisão, e provável candidato à Presidência da República em 2022, admitiu, em entrevista à Revista Trip de 1999, ter experimentado maconha: "Já fumei. Só fiz isso. Nenhuma outra droga. Só fumei maconha e achei engraçado. Fumei algumas vezes. Não tenho nenhum preconceito contra. Acho que, bem administrada, não faz mal a ninguém", declarou na entrevista. 

A onda diferente da cantora Ludmilla

Prestes a lançar sua terceira música sobre o assunto, o single ‘Verdinha’, a cantora pop-funk não tem papas na língua quando o assunto é maconha. A autora de hits como “Não Encosta (No meu baseado)” e de “Onda Diferente”, música que teve em seu clipe Snoop Dogg, famoso por apologia à erva, não deixa dúvidas sobre o posicionamento da artista brasileira. 

Maconha ajudava Gilberto Gil a compor 

Gilberto Gil, em sua época de Ministro da Cultura do primeiro Governo Lula, foi um forte defensor da legalização da maconha. O baiano já havia admitido que gostava de consumir a droga e, em 2002, em debate sobre a legalização na Folha de S. Paulo, declarou que parou de fumar aos 50 anos. Em tempos mais recentes, o artista afirmou que a erva o ajudava a entrar em contato com sua espiritualidade e a compor.

Gregório Duvivier tem um pé de maconha em casa

Um dos criadores do do canal do YouTube “Porta dos Fundos”, Gregório nunca escondeu que é consumidor de maconha e, inclusive, já provocou a polícia: “Eu tenho pé de maconha em casa. Por que não me prendem?”, disse em evento do “Quebrando o Tabu”, em 2015. "É porque sou branco, rico e moro no Rio de Janeiro (...) O crime no Brasil é ser pobre", concluiu o humorista.

Cleo Pires 

Em 2016 a atriz global causou uma polêmica ao declarar em entrevista à Revista Veja que usava maconha  para fins recreativos. A repercussão da reportagem foi negativa, pois a revista falou em drogas, não somente maconha, como Cleo esclareceu posteriormente. A atriz, no entanto,  foi defendida por colunistas, em sua maioria mulheres, que questionavam a noticiabilidade e a hipocrisia em retratar o caso de uma mulher utilizando maconha como se fosse algo extremamente fora do comum.

Luana Piovani

Em duas ocasiões em 2019 Luana Piovani polemizou sobre o uso de maconha. A apresentadora que mora em Portugal, onde a erva é legalizada, respondeu a uma fã que questionou sobre o uso da droga pelo Instagram: “prefiro a tomar tarja preta”, disse. A polêmica começou depois que Xuxa Meneghel revelou em entrevista a Luana que Sasha, sua filha, oferecia maconha constantemente para ela. Na ocasião, em tom de brincadeira, disse que gostaria que a jovem a oferecesse também quando estivesse no Brasil.