Mercado fechará em 3 mins
  • BOVESPA

    121.886,81
    -3.788,52 (-3,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.969,61
    -664,99 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,85
    +0,23 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.817,10
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    39.393,36
    -314,58 (-0,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    935,17
    -14,73 (-1,55%)
     
  • S&P500

    4.393,90
    -25,25 (-0,57%)
     
  • DOW JONES

    34.927,34
    -157,19 (-0,45%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.946,25
    -91,50 (-0,61%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1759
    +0,1354 (+2,24%)
     

CBF encontra cinco escutas ilegais na entidade em fiscalização após áudios vazados de Caboclo

·1 minuto de leitura


O afastamento de Rogério Caboclo da presidência da CBF segue repercutindo dentro da entidade. A organização que comanda o futebol brasileiro contratou uma empresa especializada em segurança para encontrar ilegalidades no prédio da CBF. A entidade procura câmeras e escutas escondidas que foram preponderantes para a crise política instaurada após áudios vazados de Caboclo. A informação é do portal "GE".
+ Confira a classificação dos grupos da Copa América!

Antonio Carlos Nunes, presidente interino da CBF, acatou os pedidos de diretores e vice-presidentes para aprovar, na semana passada, a contratação da empresa de segurança. A ação é uma medida preventiva contra a exposição da CBF. Os áudios divulgados pela "ESPN" confrontaram a estabilidade de Caboclo e entidade perante funcionários e Gianni Infantino, presidente da FIFA.

Além disso, subordinados da entidade também temiam suas privacidades após Caboclo revelar nos últimos meses que "sabia o que eles andavam conversando".

A empresa contratada atua de forma cautelosa e geralmente à noite. Foram encontradas, até o momento, cinco escutas em diferentes salas da CBF. No repartimento direcionado a vice-presidentes, o aparelho estava sob o piso. Em salas de três diretores e em um salão para reuniões, também foram encontradas escutas.

Rogério Caboclo esta afastado do cargo desde a última semana e desde o dia 6 a CBF é comandada de forma interina por Nunes. Na última segunda-feira, o Ministério Público do Trabalho (MPT) iniciou investigações para destrinchar os relacionamentos de Rogério Caboclo com funcionários e diretores da Confederação Brasileira de Futebol.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos