Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    17.025,97
    +86,93 (+0,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

A causa do Alzheimer pode vir de dentro da boca, sugere estudo

Anteriormente, a comunidade científica chegou a relacionar a periodontite — uma infecção localizada na gengiva, que pode invadir tecidos subjacentes, como o osso da arcada dentária — ao Alzheimer. A hipótese ganha forças com um estudo publicado na Science Advances, que sugere que o patógeno Porphyromonas gingivalis pode estar por trás da doença neurológica.

Os autores conduziram experimentos com camundongos, e perceberam que a infecção oral com o patógeno levou ao aumento da produção de beta-amiloide, proteína que costuma ser associada ao Alzheimer.

“Agentes infecciosos já foram implicados no desenvolvimento e progressão da doença de Alzheimer antes, mas a evidência da causalidade não foi convincente. Agora, pela primeira vez, temos evidências sólidas conectando o patógeno e a patogênese do Alzheimer", afirmam os pesquisadores.

A equipe também identificou enzimas tóxicas (chamadas gingipains) secretadas pelas bactérias no cérebro de pacientes com alzheimer, que se correlacionavam com dois marcadores separados da doença: a proteína tau e uma marca de proteína chamada ubiquitina.

A causa para o alzheimer pode ser uma infecção na gengiva, sugere estudo (Imagem: Asierromero/ Freepik)
A causa para o alzheimer pode ser uma infecção na gengiva, sugere estudo (Imagem: Asierromero/ Freepik)

"Nossa identificação de antígenos de gingipain nos cérebros de indivíduos com alzheimer sem diagnóstico argumenta que a infecção cerebral com P. gingivalis não é resultado de cuidados dentários inadequados após o início da demência ou uma consequência de atraso estágio inicial da doença, mas é um evento precoce que pode explicar a patologia encontrada em indivíduos de meia-idade antes do declínio cognitivo", consta no artigo.

A ideia é conduzir futuros estudos para explorar mais essa relação entre a infecção na gengiva e o Alzheimer, e como isso pode ajudar a combater a doença.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: