Mercado fechado

Cauã Reymond relembra sucesso de 'Avenida Brasil' na Argentina e brinca sobre mudanças

Extra
·1 minuto de leitura

A novela "Avenida Brasil" não foi um fenômeno apenas no Brasil. Cauã Reymond, o Jorginho, relembrou sua ida à Argentina, quando se deparou com uma convenção de fãs gritando seu nome e o de "Batata", o apelido do personagem.

"Já teve tanta gente gritando por você assim?", perguntou o apresentador Marley Wiebe, da Telefe, ao reexibir as imagens.

"Não, nunca tive. No Brasil, quando estamos fazendo uma novela de muito sucesso e vamos ao shopping, pode acontecer (de encontrar fãs e ouvir gritos). Mas como foi aí, não é normal", disse Cauã.

Na entrevista, o jornalista brincou que o ator brasileiro não parece ter mudado nada, desde a trama feita em 2012.

"Você está igual", disse Marley.

"Que nada. Estou com a bara sem fazer... (risos)", brincou Cauã.

"Está malhando?", respondeu o apresentador.

"Faço exercícios todos os dias. Gosto muito", explicou.

Demonstrando uma relação de proximidade, o apresentador argentino relembrou quando conheceu Cauã Reymond e o carioca disse que "ser pai era a melhor coisa". Atualmente, Mike também tem um filho, que o apresentou na entrevista.

"A minha filha (Sofia, fruto da relação com Grazi Massafera) tem oito anos. Agora, estou casado há um ano e meio. Quero mais filhos. Gostaria muito de aumentar a família", disse o brasileiro.

A trama antiga não é a única relação de Cauã com os hermanos. O ator revelou que está escrevendo uma minissérie para ser co-produzida com a emissora argentina Telefe. Ele quer dois argentinos no projeto.

"Quero fazer uma co-produção. Estamos escrevendo para poder apresentar o projeto", resumiu, sem dar detalhes.