Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    55.176,64
    +781,57 (+1,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Casos de Covid na Rússia atingem alta recorde; leste europeu impõe novas restrições

·2 min de leitura

Por Luiza Ilie e Gleb Stolyarov

BUCARESTE/MOSCOU (Reuters) - A Rússia relatou um número alto recorde de casos diários de Covid-19, e alguns países do centro da Europa impuseram novas restrições nesta segunda-feira, enquanto uma nova onda da pandemia ganha impulso.

Na Ásia, a Cruz Vermelha pediu uma ajuda urgente para Papua Nova Guiné e o surto mais recente da China obriga a capital Pequim a adiar sua maratona anual e a ampliar outras restrições menos de quatro meses antes da Olimpíada de Inverno de 2022.

Autoridades de todo o mundo acionam o alarme enquanto as infecções disparam, e governos de regiões onde a vacinação está lenta são forçados a endurecer as restrições na tentativa de impedir que o vírus saia de controle.

Nesta segunda-feira, a Rússia relatou 37.930 infecções novas de Covid-19 nas 24 horas anteriores, sua maior quantidade de casos diários desde o início da pandemia.

Frustradas pela baixa procura de sua própria população pela vacina russa Sputnik V, as autoridades estão adotando medidas mais rigorosas para conter a disseminação da pandemia. Na semana passada, o presidente Vladimir Putin declarou que o período de 30 de outubro a 7 de novembro será de folga remunerada.

O ceticismo da vacina é alto em todo o leste e o centro da Europa, e como consequência a região se torna um polo da doença.

Embora especialistas digam que a falta de confiança em instituições públicas causada por décadas de controle comunista atice o ceticismo da vacina na região, há sinais de que mais pessoas reagem ao temor da onda nova se imunizando.

(Por Luiza Ilie em Bucareste, Gleb Stolyarov e Gabrielle Tétrault-Farber em Moscou, Jason Hovet em Praga, Tsvetelia Tsolova em Sófia, Bart Meijer em Amsterdã, Lidia Kelly em Melbourne, Roxanne Liu, Ryan Woo e Gabriel Crossley em Pequim, Shashwat Awasthi em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos