Mercado abrirá em 6 h 59 min
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    62.353,23
    +1.433,25 (+2,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Caso de suposto estupro de Nego do Borel contra Dayane Mello ganha repercussão internacional

·1 minuto de leitura
Caso de suposto estupro de Nego do Borel contra Dayane Mello ganha repercussão internacional
Caso de suposto estupro de Nego do Borel contra Dayane Mello ganha repercussão internacional

A investigação de Nego do Borel por suspeita de estupro de vulnerável contra Dayane Mello ganhou repercussão internacional, principalmente na Itália. É que no país a modelo se tornou famosa depois de ser uma das finalistas do "Grande Fratello VIP", a versão italiana do "Big Brother". O "Libero Quotidiano", publicado em Milão, ouviu ex-colegas de confinamento da artista que criticaram o comportamento do cantor. O jornal também utilizou manchetes críticas, classificando o ato como "horror", "vídeos chocantes" e dedicou uma reportagem com "o que não foi ao ar na TV".

Um dos principais jornais do país, o "Corriere della sera", com o título "Dayane Mello é assediada ao vivo: Nego do Borel é desclassificado", explicou a decisão da Record em eliminar Nego do Borel após intensão pressão das redes sociais e a repercussão na mídia. O texto diz ainda sobre os advogados da modelo "prontos para a batalha". 

Leia também:

O "Il giornale", também de Milão, noticiou o caso falando sobre "fortes investidas" de Nego do Borel contra a modelo em "A fazenda", da Record, e destacou a onda de protestos na web em busca de posição contundente para o caso. Eles também incluíram o posicionamento crítico de ex-participantes do "Grande Fratello Vip", que torciam por uma intervenção jurídica no caso. 

O "Il mattino", de Nápoles, além de ir no mesmo caminho dos jornais anteriores, relembrou outras três denúncias de mulheres contra Nego do Borel por abusos físicos e psicológicos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos