Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.797,16
    +1.243,53 (+3,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Caso Lázaro: Segurança Pública de Goiás anuncia aplicativo para otimizar denúncias do fugitivo

·1 minuto de leitura

Depois do grande volume de denúncias e muitos trotes, a Secretaria de Segurança Pública de Goiás anunciou, nesta quarta-feira (23), uma nova ferramenta para ajudar nas buscas por Lázaro Barbosa, de 33 anos. Os moradores das proximidades de Cocalzinho (GO), onde o fugitivo foi visto pela última vez, poderão utilizar agora o aplicativo Brasil Mais Seguro, que conta com a tecnologia de georreferenciamento e filtra os avisos da população em um raio de 100 quilômetros.

O uso do aplicativo será exclusivo para denúncias sobre o Caso Lázaro. A ferramenta é gratuita e pode ser baixada em celulares com os sistemas Android e IOS. Com isso, o objetivo é identificar a localização dos denunciantes e evitar novos trotes, facilitando também a apuração posterior dos agentes da força-tarefa. A medida também foi implementada, segundo a SSP/GO, para garantir a segurança da população.

A tecnologia de georreferenciamento também ajudará as forças de segurança a fecharem o cerco sobre a possível localização de Lázaro, a partir do local onde a denúncia foi feita.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos