Mercado abrirá em 3 h 30 min
  • BOVESPA

    110.786,43
    +113,67 (+0,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.298,20
    -104,50 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,78
    -0,64 (-0,77%)
     
  • OURO

    1.784,50
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    65.616,41
    +1.445,43 (+2,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.544,72
    +63,91 (+4,32%)
     
  • S&P500

    4.536,19
    +16,56 (+0,37%)
     
  • DOW JONES

    35.609,34
    +152,03 (+0,43%)
     
  • FTSE

    7.192,83
    -30,27 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.338,75
    -38,75 (-0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4485
    -0,0711 (-1,09%)
     

Caso Gabby Petito: Áudio revela agressão do noivo e FBI faz novas buscas na casa dele

·2 minuto de leitura

Antes de desaparecer, a blogueira Gabby Petito e o noivo, Brian Laundrie, foram abordados pela polícia de Moab, no estado americado de Utah, em 12 de agosto. Naquele dia, uma testemunha havia ligado para o número de emergência 911 e denunciado uma briga do casal. O conflito foi muito além de uma discussão. A testemunha descreveu que viu Laundrie "dando socos e tapas" na companheira.

O áudio foi obtido pela emissora Fox News e publicado na segunda-feira. No diálogo, um policial pergunta: "Ele deu tapas nela?". E a testemunha responde: "Sim, e então paramos. Eles correram para cima e para baixo na calçada. Ele começou a bater nela, entrou no carro e eles foram embora".

Na gravação da abordagem feita por um dos policiais, a blogueira aparece chorando e reclamando de sua saúde mental. Apesar da briga, não houve registro de ocorrência. O agente que fez a abordagem ecreveu no relatório apenas que "o motorista da van, um homem, teve algum tipo de discussão com a mulher".

O corpo da jovem foi encontrado no domingo no Parque Nacional Grand Teton, no Wyoming. O casal viajava em um utilitário e compartilhava fotos e vídeos do passeio nas redes sociais. Eles eram namorados de infância e se mudaram de Blue Point, Nova York, em 2019, para morar em North Port.

Laundrie continua sendo procurado pela polícia. Segundo a família, ele foi visto pela última vez no dia 14 de setembro, quando saiu da casa dos pais em North Port, Florida, avisando que faria uma caminhada. Ele não é acusado da morte de Gabby, mas, segundo o FBI, estaria ocultando informações importantes sobre o caso.

Na noite de segunda-feira, agentes do departamento federal de investigação fizeram buscas na casa do noivo. Os agentes foram vistos saindo do local com caixas e bolsas contendo material de interesse para a investigação, mas informaram que não podem dar mais detalhes do que foi apreendido. Dois policiais também estiveram na casa da irmã de Laundrie, Cassie.

O advogado que representa a família, Steven Bertolino, cancelou uma entrevista coletiva que faria nesta terça-feira.

As investigações sobre o caso reveleram que a última mensagem de Gabby para a mãe, Nichole Schmidt, acendeu um sinal de alerta na família. O texto dizia: "Você pode ajudar Stan, continuo recebendo suas mensagens de voz e chamadas perdidas”. Stan é o avô de Gabby, mas a mãe afirmou que a jovem nunca o chamava pelo nome. Por isso, "ficou preocupada de que algo estivesse errado com sua filha". Após esse contato, o celular da blogueira deixou de receber ligações e ela parou de fazer publicações nas redes sociais.

Peritos estão examinado o disco rígido do computador da jovem em busca de pistas sobre o caso. O computador estava com Laundrie quando ele voltou para a Flórida sem a noiva no início de setembro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos