Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.031,98
    +267,72 (+0,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.638,36
    -215,01 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,53
    -0,88 (-0,98%)
     
  • OURO

    1.792,90
    -5,20 (-0,29%)
     
  • BTC-USD

    24.131,86
    -266,43 (-1,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    572,86
    -17,90 (-3,03%)
     
  • S&P500

    4.297,14
    +16,99 (+0,40%)
     
  • DOW JONES

    33.912,44
    +151,39 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.509,15
    +8,26 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.844,00
    -27,78 (-0,10%)
     
  • NASDAQ

    13.663,00
    -18,25 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1785
    0,0000 (0,00%)
     

Caso de Elon Musk com esposa de cofundador do Google encerrou casamento e amizade, diz jornal

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O bilionário Elon Musk teve um relacionamento extraconjugal, no ano passado, com a esposa de Sergey Brin, cofundador do Google. O caso levou Brin a pedir divórcio no início de 2022, o que encerrou a amizade de longa data dos empresários de tecnologia, segundo o jornal The Wall Street Journal.

O veículo americano afirma que o desentendimento dos dois vem de uma série de problemas que Musk enfrentou enquanto lidava com questões de negócios, incluindo queda na produção da Tesla, empresa da qual é CEO, e uma briga judicial com o Twitter por desistir da compra por US$ 44 bilhões (R$ 239,8 bilhões).

Na semana passada, a rede social conquistou uma vitória inicial em sua batalha para fazer com que o bilionário conclua a aquisição da empresa. Uma juíza de Delaware acatou o pedido do Twitter e marcou um julgamento acelerado que começará em outubro.

De acordo com o WSJ, Elon Musk afirmou que durante anos ia regularmente à casa de Sergey Brin, no Vale do Silício. Durante a crise financeira de 2008, o cofundador do Google deu cerca de US$ 500 mil para a Tesla. Em 2015, Musk presenteou o então amigo com um dos primeiros veículos utilitários esportivos e totalmente elétricos da companhia.

A relação cordial, no entanto, nada se parece com o cenário que se tem desenrolado entre os dois nos últimos meses. O WSJ afirma, por meio de fontes familiarizadas com o assunto, que Brin ordenou que seus consultores vendessem investimentos pessoais nas empresas de Musk, a Tesla e a SpaceX. Não há dados sobre a quantidade desses valores e se, de fato, houve alguma venda.

Em janeiro deste ano, Sergey Brin pediu o divórcio a Nicole Shanahan semanas depois de saber do breve affair. Como justificativa, as "diferenças irreconciliáveis" entre o caso, de acordo com registros arquivados no Tribunal Superior do condado de Santa Clara, na Califórnia.

Segundo fontes disseram ao jornal, em uma festa, também no início de 2022, Musk teria se ajoelhado na frente de Brin e se desculpado profusamente pela caso com sua esposa, implorando por perdão. O cientista da computação teria aceitado o pedido de desculpas, mas ainda não está falando regularmente com Musk.

Procurado pelo Wall Street Journal, o advogado do cofundador do Google se recusou a comentar. Já Elon Musk e uma porta-voz de Shanahan não responderam a pedidos de comentários.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos