Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.528,97
    +456,35 (+0,95%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,61
    +0,17 (+0,27%)
     
  • OURO

    1.782,30
    +3,90 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    55.306,35
    +1.150,34 (+2,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.265,22
    +30,80 (+2,50%)
     
  • S&P500

    4.134,94
    -28,32 (-0,68%)
     
  • DOW JONES

    33.821,30
    -256,33 (-0,75%)
     
  • FTSE

    6.859,87
    -140,21 (-2,00%)
     
  • HANG SENG

    28.644,92
    -490,81 (-1,68%)
     
  • NIKKEI

    28.472,08
    -628,30 (-2,16%)
     
  • NASDAQ

    13.728,25
    -66,00 (-0,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6880
    -0,0145 (-0,22%)
     

Casares responde sobre chance de investidor milionário no SP

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura
Presidente do São Paulo, Casares descarta negociação com investidores (Rubens Chiri/São Paulo)
Presidente do São Paulo, Casares descarta negociação com investidores (Rubens Chiri/São Paulo)

Apesar das especulações, o São Paulo não deverá contar com a ajuda de um investidor milionário na busca por reforços. Esse tema ganhou força nas redes sociais ao longo da terça-feira, mas foi completamente desmentido pelo presidente do clube, Julio Casares.

"Não é real essa história de que um investidor vai ajudar a contratar. Não tem nada”, assegurou Casares, em contato com o Blog.

Leia também:

Antes da declaração, vários torcedores do São Paulo já especulavam sobre as possibilidades no mercado. Alex Teixeira, Borré, Tiquinho Soares, entre outros. 

Mas a realidade tricolor é bem diferente. O clube passa por enormes dificuldades financeiras e está encerrando o ciclo de contratações. Vale lembrar que venceu no último dia 10 o prazo para o pagamento da primeira parcela dos direitos de imagem repactuados para 2021.

No meio do ano passado, a falta de receitas causada pela pandemia levou o então presidente do São Paulo, Leco, a pagar apenas os salários em carteira. Tudo relacionado à direito de imagem ficou para a atual temporada, de forma parcelada.