Mercado abrirá em 5 h 28 min

Casal revira 30 toneladas de lixo procurando aliança jogada fora

O casal sem querer jogou fora as joias cravejadas de diamantes (Foto: Divulgação/Stonnington City Council)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Os dois australianos jogaram os anéis no lixo sem querer

  • Eles conseguiram encontrar a joia: ‘magia do Natal’

Um casal de australianos estava reformando sua casa em Malvern, na cidade de Melbourne, quando perceberam que, sem querer, haviam jogado fora a caixa que continha suas alianças de noivado e casamento. Não tiveram dúvidas: no domingo (15), reviraram um caminhão de lixo em busca das joias cravejadas de diamantes.

Eles notaram a ausência dos objetos tarde demais: quando perceberam o que havia acontecido, ligaram para o centro de coleta de lixo da cidade e ouviram que o depósito estava prestes a fechar. Os funcionários do local recomendaram que eles fossem até lá no dia seguinte.

Leia também

Após uma “noite sem dormir”, o casal se dirigiu ao centro de coleta em Stonnington, uma cidade vizinha, às quatro da manhã. Jim Carden, porta-voz da prefeitura, afirma que os funcionários prontamente os ajudaram a localizar as “alianças impressionantes de noivado e casamento”.

A caixa com os anéis estava dentro de um saco de lixo cor de rosa, o que tornou a busca um pouco mais fácil. Mas não muito: eles precisaram revirar um caminhão com 30 toneladas de lixo para encontrá-la em meio a caixas de papelão, móveis quebrados e outros dejetos.

Carden descreveu o ocorrido como “uma pequena amostra da magia do Natal”, e elogiou os funcionários do centro de coleta por fazerem tudo o que estava a seu alcance para ajudar o casal.

Mas o porta-voz da prefeitura alertou: esse “final de conto de fadas” é uma exceção, e a Câmara Municipal não pode autorizar que o mesmo aconteça toda vez que alguém achar que acidentalmente jogou fora um item pessoal.

“Nosso pessoal é treinado para trabalhar em um ambiente de risco, e nós não podemos permitir que qualquer um revire toneladas de material perigoso no meio das máquinas pesadas”, acrescentou.