Mercado abrirá em 6 h 35 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,34
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.776,80
    -6,60 (-0,37%)
     
  • BTC-USD

    32.838,23
    -1.345,05 (-3,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    791,52
    -18,67 (-2,30%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    -15,95 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.884,75
    +67,68 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.297,50
    +34,50 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9302
    +0,0017 (+0,03%)
     

Casal descobre fóssil de cavalo pré-histórico no quintal de casa

·1 minuto de leitura

Imagine descobrir, em uma manhã qualquer, que há simplesmente um fóssil milenar no quintal da sua casa? Foi exatamente isso que aconteceu com um casal norte-americano, em 26 de abril. Enquanto construíam uma piscina no quintal da residência em Las Vegas (EUA), os operários encontraram os ossos de um cavalo que viveu durante a Era do Gelo, entre 6 mil e 14 mil anos atrás.

Inicialmente, Matt Perkins e seu marido pensaram se tratar de ossos de um ser humano, então ligaram para a polícia. Mas quando as investigações começaram, a primeira conclusão foi que os ossos eram grandes demais para pertencerem a um ser humano.

O próximo passo foi recorrer ao paleontólogo Joshua Bonde, diretor de pesquisa do Centro de Ciências de Nevada. O especialista confirmou que eram restos fossilizados de um cavalo pré-histórico. O animal foi enterrado a cerca de 1,5 metro abaixo do solo. Perkins encontrou a mandíbula, uma costela e algumas vértebras.

(Imagem: Reprodução/KNTV)
(Imagem: Reprodução/KNTV)

Agora, os cientistas da Pesquisa Geológica dos EUA devem fazer uma análise mais apurada para ter uma ideia mais exata de quando o cavalo morreu. Os especialistas também chegaram à conclusão de que na época em que o cavalo era vivo, a área era pantanosa, lar de mamutes, camelos, felinos dente-de-sabre e outros mamíferos extintos. A ideia de Perkins e seu marido é doar o fóssil ao Centro de Ciências de Nevada e colocá-lo em exposição.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos