Mercado fechado

Casagrande classifica comportamento de Gabigol no banco de reservas como “inadmissível”

TV Esporte Blog
·2 minuto de leitura
Gabigol e Rogério Ceni durante jogo do Flamengo no Brasileirão 2020. Foto: Bruna Prado/Getty Images
Gabigol e Rogério Ceni durante jogo do Flamengo no Brasileirão 2020. Foto: Bruna Prado/Getty Images

A postura de Gabigol no banco de reservas continua dando o que falar no noticiário esportivo. Walter Casagrande foi mais um a engrossar o coro dos que criticaram o atacante do Flamengo por permanecer sem chuteira e com a camisa de treino durante alguns minutos do primeiro tempo da partida em que o Rubro Negro perdeu para o Ceará por 2 a 0.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Durante participação no “Bem, Amigos” da última segunda-feira, 11, Casão classificou como “inadmissível o comportamento do jogador. "Não esqueça que, ontem, um dos principais jogadores do” Flamengo, artilheiro do ano passado, foi para o banco sem chuteira e com camisa de treino. O juiz teve que ir lá e falar: 'Põe a camisa de jogo'. Eu acho que o Rogério decepcionou, mas tem coisa ali dentro que não está funcionando porque jogador não quer. O comportamento do Gabigol é inadmissível", afirmou o comentarista.

Leia também:

Paulo César Vasconcelos comparou a situação a um outro atacante brasileiro famoso por protagonizar polêmicas do tipo. "O Gabriel me parece criado na 'escola Neymar de mimos', que é: 'Eu não posso ser contrariado'. Então, ontem, ao ser colocado como reserva do Flamengo, ele quer mostrar toda a sua insatisfação. Ele quis e buscou um protagonismo. Por quê? Porque ficou irritado de ter sido sacado. Agora, isso é uma escola de mimos, e o Rogério vai ter que administrar", ressaltou.

Casagrande defendeu também que a diretoria e os próprios companheiros do grupo deveriam cobrar Gabigol por essas atitudes. “O comportamento do Gabriel ontem, no banco, é motivo para a diretoria chamar e dar uma dura e é motivo para o grupo de jogador falar: 'Assim nós não vamos ser campeões', completou.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos