Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.264,70
    +795,75 (+1,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Casa Gucci | Primeiras impressões comparam filme com O Poderoso Chefão

·3 min de leitura

Sem dúvida um dos filmes mais esperados do ano, Casa Gucci teve suas primeiras exibições e arrancou boas impressões da crítica especializada; no entanto, um detalhe que chamou a impressão do público como um todo foi a comparação quase unânime do longa de Ridley Scott com O Poderoso Chefão, de Francis Ford Coppola. A produção narra a dinastia e os segredos de uma das mais reconhecidas casas de moda da Europa e todas as polêmicas e escândalos que a envolvem, tudo isso sendo interpretado por um elenco de peso.

"Casa de Gucci de Ridley Scott é O Poderoso Chefão ambientado no mundo da moda. É magnificamente tenso e quase uma farsa, mas funciona bem porque seu elenco inteiro é extraordinário. Leto, Pacino, Gaga, Driver... todos incríveis. Ridley é dono de 2021", escreveu o diretor do CinemaBlend, Sean O'Connell.

Outras impressões revelam que o filme tem uma "vibe" de O Poderoso Chefão, "família rica com traições, performances transformadoras e muitas apunhaladas pelas costas". Há também quem tenha descrito a execução do filme de forma "Shakespeariana".

(Imagem: Divulgação / MGM)
(Imagem: Divulgação / MGM)

O filme é baseado no livro Casa Gucci: Uma História de Glamour, Cobiça, Loucura e Morte, de Sara Gay Forden, e gira em torno de Patrizia Reggiani, condenada pelo assassinato do ex-marido, Maurizio Gucci, um dos diretores da marca de grife que levava uma vida de glamour. O escândalo na alta costura começou quando Gucci deixou a ex-esposa por Paola Franchi, dizendo a Reggiani que sairia em uma viagem de negócios para nunca mais dar as caras.

O casamento, que começou em 1972, teve seu fim em 1994, quando o casal enfim se divorciou. Um ano após a papelada ser assinada, Gucci foi morto no saguão de seu escritório, em Milão, com um tiro disparado por um mercenário que fora contratado para assassinar o diretor da marca. Anos depois, Patrizia foi acusada, junto a outras três pessoas, de planejar a morte do ex-marido.

Em 1998, ela foi condenada a 29 anos de prisão, onde acabou tentando suicídio. Quando 18 anos da pena foram cumpridos, ela foi liberada por "bom comportamento", mas, anos depois da soltura, continuou sendo questionada sobre não ter disparado o tiro sozinha.

(Imagem: Divulgação / MGM)
(Imagem: Divulgação / MGM)

Quando o primeiro trailer do filme foi anunciado em julho, a atmosfera do longa parecia ser de muitas polêmicas num mundo de luxo, poder e escândalos de alta costura. Lady Gaga dará vida à ex-esposa Patrizia Reggiani e indica entregar uma performance de alto nível, além de um carregado sotaque italiano de sua personagem — e a crítica parece ter avaliado bem a performance da cantora e atriz vencedora do Globo de Ouro por American Horror Story.

Casa Gucci tem estreia marcada para o dia 25 de novembro de 2021 nos cinemas brasileiros.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos