Mercado fechará em 3 h 46 min
  • BOVESPA

    112.039,69
    -2.388,49 (-2,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.323,26
    -362,77 (-0,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,89
    +0,45 (+0,55%)
     
  • OURO

    1.772,90
    +7,20 (+0,41%)
     
  • BTC-USD

    62.694,08
    +671,84 (+1,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.458,77
    -4,59 (-0,31%)
     
  • S&P500

    4.514,05
    +27,59 (+0,61%)
     
  • DOW JONES

    35.432,26
    +173,65 (+0,49%)
     
  • FTSE

    7.214,63
    +10,80 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    25.787,21
    +377,46 (+1,49%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.375,75
    +85,25 (+0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4802
    +0,0887 (+1,39%)
     

Casa dos Ventos conclui comercialização da energia de Rio do Vento de longo prazo

·1 minuto de leitura
Paineis de energia fotovoltaica.

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Casa dos Ventos, uma das maiores desenvolvedoras de projetos de geração por fontes renováveis do Brasil, concluiu a comercialização de longo prazo do Complexo Eólico de Rio do Vento, no Rio Grande do Norte, ao fechar um contrato de autoprodução com a Rima Industrial, informou a empresa.

Com duração de 15 anos, o acordo garante o fornecimento de 20 MWm de energia renovável para a Rima Industrial, líder na produção e comercialização de ligas à base de silício e magnésio no país, a partir de 2024.

O Complexo Eólico de Rio do Vento, segundo a Casa dos Ventos, já possui sua primeira fase parcialmente em operação e será o maior parque eólico do Brasil e um dos maiores do mundo.

A desenvolvedora de projetos disse ainda que destinará o remanescente da energia do empreendimento para ser comercializado em produtos de prazos mais curtos, para atender uma maior variedade de clientes.

"A autoprodução de energia renovável tem sido cada vez mais procurada por empresas que buscam se aproximar dos princípios ESG, sigla em inglês para Governança Ambiental, Social e Corporativa, e reduzir suas emissões de CO2", disse a empresa.

"Através da parceria com a Casa dos Ventos, a Rima evitará a emissão anual de aproximadamente 80 mil toneladas de CO2 na atmosfera, o equivalente ao plantio de mais de 450 mil árvores."

Em nota, o diretor de Novos Negócios da Casa dos Ventos, Lucas Araripe, pontuou que os recursos eólicos do Nordeste são de excelente qualidade, o que permite que a empresa gere energia a um custo competitivo, trazendo economia significativa para o cliente.

(Por Marta Nogueira)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos