Mercado fechado

Casa Branca quer manter economia aberta enquanto lida com alta de casos, diz Pence

Valor

Vice-presidente dos EUA reconheceu que número está crescendo em 16 dos 50 Estados americanos, mas disse que situação não é a mesma de dois meses atrás O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, reconheceu nesta sexta-feira que os casos de covid-19 estão crescendo em 16 dos 50 Estados americanos, mas afirmou que o desejo da Casa Branca é manter a economia aberta enquanto o país lida com os novos surtos.

Líder da força-tarefa criada para organizar a resposta federal à doença, Pence fez um pronunciamento sobre a situação da pandemia a pedido do presidente Donald Trump após vários Estados registrarem novos recordes de casos e recuarem nos planos de reabertura econômica para evitar a disseminação do vírus.

Jacquelyn Martin/AP Photo

Apesar de reconhecer a alta, Pence destacou que a situação não é a mesma enfrentada pelos EUA há dois meses, quando o país passou a ser o mais afetado pela pandemia no mundo.

O vice-presidente pediu que os americanos respeitem as normas de distanciamento social e as orientações dos governos locais. Metade dos novos casos descobertos nos últimos dias, segundo ele, foram diagnosticados em pessoas com menos de 35 anos de idade.

O governo federal focará nas regiões sudeste e sul dos EUA, onde estão Flórida e Texas, Estados que estão entre os que registraram recordes de casos nas últimas duas semanas e decidiram restabelecer algumas restrições para mitigar a propagação do vírus.

Pence pediu ajuda aos americanos mais jovens para proteger os idosos do país. Ele destacou que, ainda que os casos estejam avançando em certos Estados, as altas estão concentradas em alguns condados, o que pode facilitar o controle dos surtos.

O infectologista-chefe da força-tarefa, Anthony Fauci, reforçou o apelo de Pence, explicando que a pandemia é resultado de um mundo interconectado e que ações tomadas por um único indivíduo podem colocar um grupo maior de pessoas em risco.

“Vamos entender nosso papel”, disse ele. “Podemos ser parte da solução ou parte do problema. Todos queremos controlar a pandemia e reabrir nossa economia”, afirmou Fauci.