Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,70
    +0,49 (+0,44%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.217,80
    -1.035,03 (-3,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Casa Branca quer banda larga universal nos EUA até 2030

·2 min de leitura
U.S. President Joe Biden gives a thumbs up to a question from a reporter as he departs for tornado ravaged Kentucky from the White House in Washington, U.S., December 15, 2021. REUTERS/Kevin Lamarque
Governo de Joe Biden pretende gastar cerca de US$ 65 bi (R$ 371 bi) com banda larga no país. Foto: REUTERS/Kevin Lamarque
  • Projeto de infraestrutura do governo Biden prevê US$ 65 bi de gastos com banda larga;

  • Secretária do Comércio acredita que todos os lares no país estarão conectados até fim da década;

  • Especialistas acreditam que demorará muito mais para a banda larga chegar a todo o país;

O pacote de infraestrutura de um trilhão de dólares que o presidente Biden sancionou no mês passado inclui US$ 65 bilhões (cerca de R$ 371 bi) para melhorar o acesso à banda larga e a acessibilidade. A maior parte desse dinheiro é canalizada para o Comércio, mas por outro lado, segundo entrevista da secretária do Comércio, Gina Raimondo, à CNBC, a distribuição de fundos da nova lei de infraestrutura para cumprir esse prazo pode levar anos.

Leia mais:

A secretária disse ao canal estar comprometida com a meta do governo de banda larga universal até 2030, mas se acredita que a maior parte do financiamento demorará mais. O departamento planeja criar um processo para os estados solicitarem o dinheiro até maio. Ela também declarou estar esperando que se atualizem os controversos mapas de acesso de banda larga, previstos para meados do próximo ano, o que pode fazer com que o desembolso do dinheiro para aceleração da meta possa não ocorrer até 2023.

Conectividade é prioridade para governo e empresas

De acordo com a Federal Communications Commission, cerca de 14,5 milhões de pessoas não têm acesso à internet de alta velocidade. Mas especialistas externos alertam que o número provavelmente é muito maior. Já a organização Broadband Now projeta que até 42 milhões de pessoas não têm acesso à internet de alta velocidade. A Microsoft disse que metade dos americanos não usa banda larga, mesmo que tenham acesso a ela.

A conectividade também varia dentro de cada estado. A pesquisa da Pew Research mostra que apenas 72% das famílias em comunidades rurais relataram ter acesso à banda larga em casa, em comparação com 79% nas áreas urbanas. Segundo disse à CNBC, Bhaskar Chakravorti, fundador da Digital Planet e reitor de negócios globais da Fletcher School da Tufts University, preencher a lacuna pode custar até US$ 240 bilhões (cerca de R$ 1,3 tri), mais do que o dobro do valor que o governo prometeu gastar. O fortalecimento das parcerias público-privadas pode ser uma forma de compensar a diferença.

Para resolver a questão, o departamento já está em negociações com líderes estaduais e locais, bem como executivos do setor, que Gina Raimondo chamou de “essenciais” para a aprovação do projeto de infraestrutura. Na quarta-feira, ela realizará uma mesa redonda virtual com CEOs de empresas como eBay e Airbnb para discutir a importância do acesso à banda larga para seus resultados financeiros e econômicos do país crescimento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos