Mercado abrirá em 9 h 41 min
  • BOVESPA

    106.363,10
    -56,43 (-0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.714,60
    -491,99 (-0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,81
    -1,85 (-2,24%)
     
  • OURO

    1.801,10
    +2,30 (+0,13%)
     
  • BTC-USD

    58.850,70
    -1.775,62 (-2,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.409,96
    -64,37 (-4,37%)
     
  • S&P500

    4.551,68
    -23,11 (-0,51%)
     
  • DOW JONES

    35.490,69
    -266,19 (-0,74%)
     
  • FTSE

    7.253,27
    -24,35 (-0,33%)
     
  • HANG SENG

    25.664,08
    +35,34 (+0,14%)
     
  • NIKKEI

    28.837,27
    -260,97 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    15.617,75
    +30,50 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4203
    -0,0044 (-0,07%)
     

Chefe do Fed tem "confiança" de Biden, mas não há decisão sobre renomeação

·1 minuto de leitura
O chair do Federal Reserve, Jerome Powell

Por Ann Saphir

(Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, expressou nesta terça-feira "confiança" no chair do Federal Reserve, Jerome Powell, depois que uma influente senadora da ala progressista de seu partido intensificou as crítica ao chefe do banco central e levantou questões sobre sua liderança.

Powell "representa um perigo para nossa economia, e é por isso que me oponho a ele para renomeação", disse a senadora Elizabeth Warren à CNBC nesta terça-feira, citando o que ela vê como sua abordagem excessivamente frouxa para a supervisão bancária, bem como seu tratamento de possíveis impropriedades em negociações no mercado financeiro por outras autoridades do Fed.

Questionada sobre os comentários de Warren, a porta-voz da Casa Branca Karine Jean-Pierre disse a jornalistas a bordo do Força Aérea Um enquanto Biden viajava para Michigan nesta terça-feira: "Sim, ele realmente confia em... Powell neste momento."

Dois membros do banco central renunciaram recentemente, e Powell deu início a uma ampla revisão das políticas de ética da instituição, pedindo ao órgão fiscalizador do Fed para investigar as negociações em questão.

Faltando cerca de quatro meses para o mandato de quatro anos de Powell se encerrar, a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, disse que a decisão de renomear cabe ao presidente dos EUA "e o presidente ainda não tomou essa decisão".

Enquanto ele faz isso, Yellen disse em entrevista à CNBC: "Ele (Biden) conversará com muitas pessoas e considerará uma ampla gama de evidências e opiniões".

Em agosto, a Bloomberg relatou que Yellen havia dito a conselheiros seniores da Casa Branca apoiar Powell para um segundo mandato.

Indicado pela primeira vez como chair do Fed pelo ex-presidente Donald Trump, o mandato atual de Powell termina em fevereiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos