Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.535,31
    -724,44 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.239,05
    -468,67 (-1,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,63
    -1,22 (-3,06%)
     
  • OURO

    1.905,10
    -0,10 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    12.972,74
    -177,28 (-1,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    258,53
    -4,88 (-1,85%)
     
  • S&P500

    3.391,60
    -73,79 (-2,13%)
     
  • DOW JONES

    27.599,25
    -736,32 (-2,60%)
     
  • FTSE

    5.792,01
    -68,27 (-1,16%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,68 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.494,34
    -22,25 (-0,09%)
     
  • NASDAQ

    11.437,25
    -226,25 (-1,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6462
    -0,0177 (-0,27%)
     

Casa Branca diz não estar "otimista" com auxílio amplo para Covid-19

·1 minuto de leitura
Chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, em Bethesda, Maryland
Chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, em Bethesda, Maryland

WASHINGTON (Reuters) - O chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, disse nesta quarta-feira não estar otimista de que um acordo abrangente de auxílio financeiro adicional para a crise do Covid-19 possa ser alcançado, mas que a administração do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apoia uma abordagem mais fragmentada.

"Ainda estamos dispostos a nos engajar, mas não estou otimista sobre um acordo abrangente. Estou otimista de que há cerca de 10 coisas que podemos fazer aos poucos, se a presidente da Câmara estiver disposta a apresentá-las a seus membros", Meadows disse à Fox News em uma entrevista, referindo-se à presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, a democrata Nancy Pelosi.

(Por Lisa Lambert e Susan Heaven)