Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +412,93 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,06 (-0,10%)
     
  • OURO

    1.777,30
    -2,90 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    56.146,93
    -5.147,62 (-8,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,67 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,61 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,67 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    -5,50 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6842
    -0,0369 (-0,55%)
     

Casa Branca discutiu pontos fracos de software da Microsoft

·1 minuto de leitura
.

WASHINGTON (Reuters) - A força-tarefa da Casa Branca que investiga a recente invasão do Exchange da Microsoft se reuniu essa semana com representantes do setor privado, disse a porta-voz da Casa Branca Jen Psaki nesta quarta-feira.

O grupo "incluiu membros do setor privado pela primeira vez", que foram convidados "com base em suas percepções específicas sobre o incidente", afirmou.

Grupos de hackers estão usando falhas recentemente descobertas no software do servidor de e-mail Exchange para invadir alvos em todo o mundo.

O grupo da Casa Branca observou que pagar para mitigar o ataque "pesa particularmente sobre as pequenas empresas", disse Psaki.

A amplitude da exploração levou a advertências urgentes por autoridades dos Estados Unidos e da Europa sobre as deficiências encontradas no Exchange.

(Reportagem de Susan Heavey e Tim Ahmann)

((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447764))

REUTERS PAL AAP