Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,28
    -0,02 (-0,03%)
     
  • OURO

    1.746,70
    -3,10 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    44.894,30
    +1.334,01 (+3,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.126,25
    +17,33 (+1,56%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.307,00
    +3,50 (+0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2262
    +0,0012 (+0,02%)
     

Carvão coque tem leve alta em sessão volátil na China; minério de ferro recua

Fumaça em térmica a carvão na Polônia

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros do carvão coque negociados da China fecharam em leve alta nesta terça-feira, após chegarem a cair 3% na parte matutina da sessão, em meio a expectativas de que a demanda de usinas diminua e haja uma diminuição na escassez.

A produção de aço bruto da China recuou pelo segundo mês consecutivo em julho, apurando uma baixa de 7,6% frente ao mês anterior, a 86,79 milhões de toneladas, à medida que o país busca cortar emissões de carbono por meio da redução da fabricação do metal.

A intensificação dos controles de produção nas usinas de coque nas regiões noroeste e central da China também pode prejudicar o consumo de carvão metalúrgico, escreveram analistas da GF Futures em nota.

Enquanto isso, como Pequim intensificou recentemente esforços para aumentar a oferta de carvão e estabilizar os preços de commodities, a oferta para o 'blending' de carvão coque pode melhorar, embora as importações da matéria-prima sigam apertadas, disse a GF Futures.

Os contratos futuros mais negociados do carvão coque na bolsa de commodities de Dalian, para entrega em janeiro, chegaram a cair 3%, a 2.157 iuanes (332,93 dólares) por tonelada, mas se recuperaram e fecharam a sessão em alta de 0,7%, a 2.239 iuanes por tonelada.

Os futuros do coque em Dalian também avançaram 0,7%, a 2.947 iuanes/tonelada.

Já a referência do minério de ferro apurou queda de 1,6%, a 834 iuanes por tonelada, embora o preço "spot" do minério com 62% de teor de ferro tenha se mantido estável nos últimos dois dias, a 162 dólares/tonelada, segundo a consultoria SteelHome.

(Reportagem de Min Zhang e Shivani Singh)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos