Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.101,99
    +1.088,52 (+1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.508,35
    -314,88 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,61 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.839,40
    -3,20 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    40.638,61
    -1.085,86 (-2,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    992,43
    -2,83 (-0,28%)
     
  • S&P500

    4.482,73
    -50,03 (-1,10%)
     
  • DOW JONES

    34.715,39
    -313,26 (-0,89%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.755,50
    -85,50 (-0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1301
    -0,0373 (-0,60%)
     

Carteira de criptomoedas Bitfy recebe aporte de R$ 13,3 milhões

·2 min de leitura

A Bitfy, carteira brasileira de criptomoedas que dá a custódia dos ativos ao cliente, anunciou um aporte do tipo série A (para alavancar a empresa) de R$ 13,3 milhões. A rodada foi liderada pela investidora americana Borderless Capital com participação de Algorand, Dash Investment Foundation e investidores-anjos dos EUA.

O aporte deu à Bitfy o valor de mercado de R$ 120 milhões, segundo a empresa. O dinheiro será usado para investir em novas tecnologias, contratar mais funcionários, iniciativas para conquistar novos clientes e melhorar as estratégias de comunicação.

Além de armazenar Bitcoins e outras criptomoedas no celular, o app da Bitfy oferece as chaves privadas dos ativos ao cliente. Permite compra e venda de moedas ou mesmo usá-las em pagamentos via código de barras ou terminais da Cielo. Também é possível resgatar na plataforma vouchers de lojas de mais de 70 parceiros, como iFood, Evino, Rappi, Outback, Netshoes e McDonalds.

Algumas das criptomoedas do portfólio da Bitfy são a Bitcoin ea Ethereum (Imagems: Pixabay)
Algumas das criptomoedas do portfólio da Bitfy são a Bitcoin ea Ethereum (Imagems: Pixabay)

Algumas das criptomoedas do portfólio da empresa são a Bitcoin, a Ethereum (Ether), a Celo Dólares (cUSD), a XRP (Ripple), Cardano (ADA), a Polkadot (DOT), a Solana (SOL) e a Dash (DASH).

Fundada em dezembro de 2019 e com operação iniciada em janeiro de 2020, a Bitfy foi criada em São Paulo pelo desenvolvedor Lucas Schoch, que também é CEO da empresa. A empresa tem a intenção de democratizar o uso das criptomoedas no Brasil e tentar trazer novos entusiastas de forma simples e segura.

“Esse investimento chegou para impulsionarmos a democratização desse ecossistema, ainda tão obscuro para grande parte das pessoas. Nosso objetivo é levar conhecimento a todos para que adquiram confiança em lidar com as criptomoedas, oferecendo aos usuários total autonomia na sua carteira e transformando o mindset de que é preciso manter seu dinheiro em uma corretora”, relata Schoch.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos