Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.284,40
    +2.172,06 (+4,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Carta de Jefferson: 'Em momento algum falamos em romper com Bolsonaro', diz presidente em exercício do PTB

·1 min de leitura

RIO - A presidente em exercício do PTB, Graciela Nienov, disse em posicionamento à Executiva e ao diretório do partido que foi pega de "surpresa" pelo vazamento de carta escrita pelo ex-deputado federal Roberto Jefferson e afirmou que "em momento algum" falou-se em rompimento com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A declaração ocorre um dia após a divulgação de carta escrita por Jefferson do complexo penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio, na qual ele criticou o presidente da República e seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) pelo que descreve como "vício nas facilidades do dinheiro público". Ele disse que ao se aproximar de figuras do Centrão, como Ciro Nogueira e Valdemar da Costa Neto, Bolsonaro cercou-se de "viciados" e, consequemente, se tornou um deles.

Em reação, Nienov disse que se tratou de um "desabafo" do ex-deputado e que o partido reforçou o apoio a Bolsonaro em reunião mensal da sigla realizada nesta quarta-feira.

- Em momento algum a gente falou que romperia com o Bolsonaro. Na reunião a gente saiu firme em apoio ao Bolsonaro. Ontem fomos pegos de surpresa por uma carta interna do partido que vazou. É bom deixar isso claro, que a carta era para o diretório, especificamente - disse a presidente do PTB.

Em atualização

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos