Mercado fechará em 4 h 59 min
  • BOVESPA

    112.000,46
    +1.796,69 (+1,63%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.104,39
    +213,80 (+0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,95
    +1,35 (+1,58%)
     
  • OURO

    1.845,50
    -7,00 (-0,38%)
     
  • BTC-USD

    38.130,16
    +1.657,88 (+4,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    876,67
    +56,08 (+6,83%)
     
  • S&P500

    4.356,45
    -53,68 (-1,22%)
     
  • DOW JONES

    34.297,73
    -66,77 (-0,19%)
     
  • FTSE

    7.509,95
    +138,49 (+1,88%)
     
  • HANG SENG

    24.289,90
    +46,29 (+0,19%)
     
  • NIKKEI

    27.011,33
    -120,01 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    14.445,00
    +304,25 (+2,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1189
    -0,0332 (-0,54%)
     

Carros novos tiveram um aumento de quase 20% em 2021

·1 min de leitura
Carros zerados sofreram aumento de 20% no último ano. Getty Images.
Carros zerados sofreram aumento de 20% no último ano. Getty Images.
  • Estudo também comparou a diferença no aumento dos preços de 2020 para 2021;

  • Em 2020, a elevação no preço de carros novos foi de "apenas" 7,79%;

  • Paralisações na produção devido a COVID-19 e a escassez de semicondutores são os principais responsáveis pela alta.

O ano de 2021 se mostrou um tanto quanto atípico no setor automobilístico. Com a escassez de semicondutores e os diversos interrupções na produção, causados pela pandemia de COVID-19, o preço dos veículos aumentou mais do que o normal, especialmente os usados.

Segundo um levantamento realizado pela KBB, empresa especializada em pesquisa de preços de veículos, a inflação para carros 0 km foi de 9% no ano de 2021.

Leia também:

O Monitor de Variação de Preços, como é chamado o estudo, também apontou uma inflação de 18,4% quando o assunto é apenas os modelos de 2022.

Esse valor, no entanto, ainda é menor ao marcado para os carros usados, que subiram mais de 22% no mesmo período.

Utilizando uma base de dados com mais de 800 mil informações em 26.376 versões de automóveis, o Monitor de Variação de Preços apontou diferenças entre os aumentos de 2020 e 2021.

Em 2020, apesar da crise de COVID-19 já estar em vigor, o mercado ainda não sofria os distúrbios do acúmulo de paradas e da crise do mercado de semicondutores.

Enquanto o preço dos modelos novos em 2020 subiram 7,79% durante o ano, em 2021 o aumento foi de 18,39%. Um aumento espantoso, no entanto, a diferença na elevação dos preços dos usados foi ainda maior.

Para os veículos seminovos (até três anos de uso), houve um aumento de 17,22% no ano de 2021. Em 2020 o aumento foi de apenas 0,93%.

Para os carros usados (entre quatro e dez anos de uso), o aumento no preço em 2021 foi de 22,46%, já em 2020 ocorreu na verdade uma leve queda, de 0,85%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos