Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    50.087,64
    +1.289,22 (+2,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

Carros da Tesla podem andar sem ninguém no assento do motorista, diz revista especializada

·2 minuto de leitura
Tesla

(Reuters) - A influente revista norte-americana Consumer Reports disse nesta quinta-feira que seus engenheiros conseguiram dirigir um veículo da Tesla sem ninguém no assento do motorista, mas o sistema falhou em enviar um aviso ou indicar que o assento do motorista estava vazio.

Os engenheiros testaram o Model Y da Tesla esta semana, enquanto investigadores examinavam um acidente onde dois homens morreram depois que um Model S da Tesla, que acreditava-se estar andando sem ninguém no banco do motorista, bateu em uma árvore na noite do último sábado no Texas, Estados Unidos.

Ao longo de várias viagens através da pista de teste fechada de meia milha, o Model Y se moveu automaticamente pelas linhas pintadas, disse a revista.

"Em nossa avaliação, o sistema não só falhou em garantir que o motorista estava prestando atenção, mas também não conseguiu dizer se havia um motorista ali", disse Jake Fisher, diretor sênior de testes de automóveis da Consumer Reports.

"A Tesla está ficando para trás de outras montadoras como GM e Ford que, em modelos com sistemas avançados de assistência ao motorista, usam tecnologia para garantir que o motorista esteja olhando para a estrada."

O piloto automático da Tesla é um sistema de assistência ao motorista, que lida com algumas tarefas de direção e permite que os condutores tirem as mãos do volante às vezes, mas a empresa afirma que esse recurso "requer supervisão ativa do motorista e não torna o veículo automático".

A Tesla não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

A reportagem surge em meio a uma crescente análise sobre o sistema de direção semiautomatizado da Tesla, após acidentes recentes, e com a empresa se preparando para lançar seu software de "direção totalmente automática" atualizado a mais clientes.

(Reportagem de Akanksha Rana em Bengaluru e David Shepardson em Washington)