Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.639,29
    +2.848,61 (+7,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Carros autônomos: conheça vantagens e desvantagens

·4 minuto de leitura

O caminho para a automatização total de veículos está sendo pavimentado diariamente por grandes empresas do setor de tecnologia e mobilidade, que enxergam nesse novo mercado um ambiente fértil para altos investimentos e, consequentemente, para a melhora da vida das pessoas.

O produto que melhor pode simbolizar esse caminho e que deve ser o grande responsável pela popularização de tecnologias dessa magnitude é o carro autônomo. Em pleno desenvolvimento por empresas e montadoras mundo afora, os automóveis que dirigem sozinhos, incluindo aí carros, ônibus e até caminhões, vão mudar completamente a maneira como lidamos com o trânsito e com a mobilidade.

Mas, será que, com a chegada dos carros autônomos, tudo será melhor? Quais serão as vantagens e desvantagens?

Vantagens

Mais segurança

O grande pilar dos carros autônomos é a segurança. Sem a necessidade de um ser humano para controlá-los, esses veículos terão a missão de levar pessoas e mercadorias com absoluto conforto e sem causar maiores problemas. E, para isso, as empresas responsáveis pela fabricação desses veículos estão investindo pesado em sensores e radares para tornar o funcionamento perfeito.

Waymo é o braço do Google para carros autônomos (Imagem: Waymo)
Waymo é o braço do Google para carros autônomos (Imagem: Waymo)

Com tudo automatizado, a margem de erro no trânsito diminui consideravelmente, já que a ação humana, notadamente mais imprevisível, vai sumindo das vias com o tempo. E se o automóvel estiver em um ambiente propício para o seu funcionamento, como uma smart city, sua eficiência será ainda maior.

Menos poluição

Os carros autônomos em desenvolvimento são todos zero emissão. Ou seja, possuem motores elétricos ou movidos a hidrogênio, o que os torna, obviamente, veículos que não agridem o meio ambiente quando estão em funcionamento. Além disso, a maior eficiência no trânsito vai fazer com que todos, com ou sem modelos eletrificados, economizem mais combustível ou energia elétrica, evitando a necessidade de recargas desnecessárias.

Praticidade e conectividade

Quem nunca respondeu a um e-mail de trabalho ou fez alguma tarefa da faculdade no transporte público? Bem, se isso é possível em um veículo mais antigo, o que podemos dizer quando os carros ou ônibus autônomos estiverem à disposição? Esses veículos devem seguir uma forte tendência de mercado e serem completamente conectados, com W-Fi nativo e conectividade por meio do 5G.

Sistemas como o Ford BlueCruise serão comuns nos veículos (Imagem: Ford)
Sistemas como o Ford BlueCruise serão comuns nos veículos (Imagem: Ford)

Se não for para atividades profissionais, ao menos as pessoas também poderão desfrutar de um melhor ambiente para o entretenimento, aproveitando a conexão de alta velocidade para ver filmes ou jogar games online.

Quem não tem CNH vai gostar

Um ponto interessante que pode ser abordado dentro do universo dos veículos autônomos é que, se essa tecnologia se popularizar, muitas pessoas que antes não se interessavam por carros poderão mudar de ideia e considerar a possibilidade de ter um em sua garagem — caso seja possível comprar um desses.

Desvantagens

Será para poucos

Se hoje um carro elétrico ou híbrido já custa uma fortuna em qualquer parte do mundo, imaginem quando um modelo ainda mais tecnológico estiver à disposição. Com o avanço dos sistemas autônomos, que custam caro, claro, esses veículos tendem a custar muito mais se, um dia, estiverem à disposição do público final.

Será um serviço e não artigo pessoal

Por mais que aqui no Brasil ainda tenhamos a cultura de comprar carros e vê-los como uma conquista, alguns especialistas apontam que há sim uma tendência para os veículos serem vistos como serviços e não propriedades.

Mini-ônibus autônomo do Baidu, na China (Imagem: Baidu)
Mini-ônibus autônomo do Baidu, na China (Imagem: Baidu)

Sendo assim, faz muito mais sentido que os carros autônomos sejam artigos de operação pública ou por empresas, mas dificilmente para aquisição de pessoas físicas — pelo menos em um primeiro momento.

Quem gosta de dirigir vai sofrer

Se por um lado os carros autônomos geram uma inclusão maior de pessoas que não sabem ou não podem dirigir, vai gerar uma certa tristeza em quem é entusiasta da arte de guiar um automóvel.

Embora tenha tecnologias autônomas, ainda dá para se divertir no Volvo S60 (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)
Embora tenha tecnologias autônomas, ainda dá para se divertir no Volvo S60 (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)

Claro que, para isso, teríamos de pensar em um cenário utópico de somente carros autônomos circulando nas ruas. Mas não é difícil imaginar uma realidade dessas, sobretudo se pensarmos na evolução do transporte e da mobilidade urbana.

E você, canaltecher? Acha que o carro autônomo pode melhorar sua vida? Deixe para nós nos comentários?

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos