Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.512,38
    +480,38 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.801,68
    +163,28 (+0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,98
    +0,45 (+0,52%)
     
  • OURO

    1.789,90
    +0,20 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    23.893,55
    -150,41 (-0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    569,15
    -2,76 (-0,48%)
     
  • S&P500

    4.305,20
    +8,06 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.152,01
    +239,61 (+0,71%)
     
  • FTSE

    7.536,06
    +26,91 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    19.830,52
    -210,38 (-1,05%)
     
  • NIKKEI

    28.868,91
    -2,89 (-0,01%)
     
  • NASDAQ

    13.647,25
    -11,00 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2333
    +0,0548 (+1,06%)
     

Carro novo mais barato do Brasil custa R$ 63 mil

O preço dos veículos aumentos nos últimos meses (Getty Image)
O preço dos veículos aumentos nos últimos meses (Getty Image)
  • O preço dos carros novos apresenta variação de 18%

  • Com isso, o veículo mais barato da Tabelo Fipe custa R$ 63 mil

  • Automóveis usados também apresentam elevações nos valores

Quem conseguir fazer as aulas da autoescola, passar na prova prática e alcançar a habilitação de motorista levará um susto ao visitar as concessionárias. Não é exagero afirmar que não existem mais carros populares no Brasil.

Um modelo zero quilômetro mais barato do país está custando R$ 63 mil. Na prática, isso significa que se uma pessoa quiser juntar dinheiro para comprar um automóvel, deverá guardar um salário mínimo todos os meses por mais de quatro anos.

O preço dos veículos novos apresenta variação de 18% no acumulado dos últimos 12 meses, de acordo com o IBGE. Com essa elevação, o modelo mais em conta disponível no mercado não sai por menos de R$ 63 mil, conforme os dados mais recentes da tabela Fipe, referência do setor.

Nesse cenário, o carro mais barato do mercado é o Renault Kwid. vendido 63.287, o modelo Zen 1.0 Flex é o menos custoso para comprar novinho na loja. Ainda nessa faixa, é possível encontrar o Fiat Mobi por R$ 63.044 e o Grand Siena pela bagatela de R$ 68.280.

Nas lojas de automóveis usados, a situação não é mais animadora. Carros, que antes eram vendidos na faixa dos R$ 10 mil, agora estão sendo comercializados por quase R$ 20 mil. Não é difícil achar um Ford Ka antigo por R$ 15 mil ou um "Celtinha" de duas portas por R$ 18 mil.

Conforme dados do Monitor de Variação de Preços da KBB Brasil, em 2021, os carros com até três anos de uso ficaram 17,22% mais caros, sendo que os carros de 2018 sofreram a maior variação: 21,14%. No panorama geral, o maior aumento foi registrado entre os automóveis de quatro a 10 anos de uso, que ficaram em média, 22,46% mais custosos.

O jeito é bater perna, comparar preços, fazer as contas, pechinchar valores e buscar promoções enquanto anda de ônibus com a CNH guardada no bolso.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos