Mercado fechará em 4 h 27 min
  • BOVESPA

    108.676,66
    -300,05 (-0,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    0,00 (0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,17
    -2,11 (-2,77%)
     
  • OURO

    1.749,10
    -4,90 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    16.207,79
    -348,55 (-2,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    380,00
    -0,29 (-0,08%)
     
  • S&P500

    4.007,43
    -18,69 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.274,40
    -72,63 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.454,63
    -32,04 (-0,43%)
     
  • HANG SENG

    17.297,94
    -275,64 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    28.162,83
    -120,20 (-0,42%)
     
  • NASDAQ

    11.692,75
    -90,00 (-0,76%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6180
    -0,0064 (-0,11%)
     

Vídeo: Carro da Tesla perde o controle e mata duas pessoas atropeladas

Erro no funcionamento de carro da Tesla pode ter causado duas mortes (Getty Image)
Erro no funcionamento de carro da Tesla pode ter causado duas mortes (Getty Image)
  • Veiculo elétrico da Tesla causou um acidente que matou duas pessoas na China;

  • Condutor diz que o carro acelerou sozinho em alta velocidade;

  • A empresa disse que vai colaborar com as investigações das autoridades do país.

Um carro da Tesla que circulava pela cidade de Chaozhou, na província de Guangdong (China), sofreu um problema no software e causou a morte de duas pessoas.

Zanm, o condutor do Model Y disse que perdeu o controle do veículo. Ele estava tentando estacionar o automóvel quando, de repente, o carro acelerou sozinho em alta velocidade.

O acidente aconteceu no dia 5 de novembro e causou o falecimento de um motociclista e uma jovem estudante, segundo a Jimi News, mídia local. Além disso, outras três pessoas também ficaram feridas.

As imagens que circulam nas redes sociais mostram o veículo passando em alta velocidade por diversos trechos da cidade até colidir pela última vez e causar uma pequena explosão.

A Tesla disse que vai colaborar com as investigações. Já a polícia chinesa vai contratar uma agência terceirizada para apurar o que ocasionou o ocorrido. A principal suspeita é uma falha na programação.

A empresa de Elon Musk disse ainda que vai prestar toda a assistência necessária para os envolvidos no episódio, alegando que pretende buscar entender o motivo pelo qual o veículo não parou, mesmo com Zan apertando o pedal e as luzes correspondentes ao freio.

O carro elétrico tem a capacidade de ir de zero a 100 km/h em 3,7 segundos, sendo que a velocidade máxima é de 241 km/h. Ao todo, o veículo pesa 1950 kg. Este é o segundo caso, apenas na China, em que um automóvel da marca começa a acelerar em alta velocidade de maneira involuntária.