Mercado fechará em 22 mins
  • BOVESPA

    117.216,10
    +985,98 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.687,85
    -358,73 (-0,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,74
    +1,22 (+1,41%)
     
  • OURO

    1.726,00
    -4,50 (-0,26%)
     
  • BTC-USD

    20.214,52
    +108,17 (+0,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    458,46
    +0,05 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.797,11
    +6,18 (+0,16%)
     
  • DOW JONES

    30.384,19
    +67,87 (+0,22%)
     
  • FTSE

    7.052,62
    -33,84 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.675,00
    +34,25 (+0,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1157
    -0,0522 (-1,01%)
     

Carreira na Aviação | Como se tornar um piloto de avião?

Em outras matérias aqui no Canaltech já abordamos a profissão de piloto de avião. É uma das profissões mais interessantes, apaixonantes e bem pagas da atualidade, mas também uma daquelas que mais se exige do profissional, já que são necessárias horas de estudo e muitas aulas práticas para que se possa voar em aviões particulares ou comerciais. Afinal de contas, a segurança está em primeiro lugar.

Para iniciar a carreira de piloto de avião, não é necessário ter ensino superior, embora possa ser um diferencial em um processo seletivo. Mas para os cursos iniciais e avançados, feitos sob supervisão da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o Ensino Médio completo é exigido.

Veja o passo a passo para se tornar um piloto de avião profissional.

Como ser piloto de avião?

O primeiro passo para se tornar um piloto de avião é se matricular em um curso de piloto privado (PP), a categoria em que os aspirantes a piloto iniciam sua trajetória. Aqui, você vai aprender noções básicas de pilotagem e terá aulas práticas e teóricas. Para pilotar diferentes tipos de aeronave, serão necessários cursos específicos para cada modelo, e eles geralmente são bem caros, em alguns casos custando mais de US$ 20 mil.

Ser piloto de avião exige um aprendizado completo das funções de uma aeronave (Imagem: Divulgação/ cavanimages/ Envato)
Ser piloto de avião exige um aprendizado completo das funções de uma aeronave (Imagem: Divulgação/ cavanimages/ Envato)

No ato da matrícula, o aluno deve solicitar uma guia para o Certificado Médico Aeronáutico (CMA), conhecido como exame médico de 2ª classe. Ele é obrigatório para que o curso seja iniciado, mesmo que, no começo, sejam feitas somente aulas teóricas. Essas aulas, aliás, têm duração de três meses, sendo divididas em disciplinas como: Conhecimentos Técnicos; Meteorologia; Teoria de Voo; Navegação Aérea e Regulamentos de Tráfego Aéreo.

Ao fim do curso, será aplicada uma prova, que também será dividida com os temas estudados no curso. Serão 100 questões e só será aprovado o candidato que acertar 70% do teste, ou seja, 70 questões. Há, também, outra regra: são necessárias, ao menos, 14 repostas certas em cada uma das partes da prova.

A parte mais cara da trajetória do aprendizado para ser piloto é mesmo a hora de voar (Imagem: Divulgação/mstandret/Envato)
A parte mais cara da trajetória do aprendizado para ser piloto é mesmo a hora de voar (Imagem: Divulgação/mstandret/Envato)

Com a aprovação no curso, é hora de ter as horas de voo mínimas para tirar sua habilitação para pilotar um avião particular, documento popularmente chamado de brevê (brevet, em francês). O curso, nesse caso, exige, ao menos, 40 horas de voo para que você esteja apto a pilotar.

Piloto comercial e de companhia aérea

Caso você tenha interesse em seguir a carreira de piloto e queira subir níveis a mais, será necessário fazer mais cursos teóricos e práticos para que a licença de piloto comercial (PC) seja obtida, bem como o exame de 1ª classe, mais completo do que o exigido para PP. Nesse caso, será possível trabalhar para companhias aéreas, táxis aéreos e pilotar jatos executivos.

Para pilotar um <a class="link " href="https://canaltech.com.br/empresa/boeing/" rel="nofollow noopener" target="_blank" data-ylk="slk:Boeing">Boeing</a> 737 MAX-8 como esse, será exigido um treinamento específico por parte da ANAC (Imagem: Chris Edwards/ Woody Aeroimages)
Para pilotar um Boeing 737 MAX-8 como esse, será exigido um treinamento específico por parte da ANAC (Imagem: Chris Edwards/ Woody Aeroimages)

Aqui, além de ter que fazer novamente mais aulas teóricas, as aulas práticas serão ainda mais duras e complexas. São 150 horas mínimas de voo, com 60 horas obrigatórias de voos por instrumentos com trajetos de mais de 100km de distância.

Depois disso, mais experiências serão exigidas, como uma especialização aprofundada em instrumentos e aviões de diferentes motorizações, como jatos e turboélices. Para chegar ao nível de um piloto de linha aérea, conhecido como PLA, serão exigidas 1.500 horas de voo e idade mínima de 21 anos.

Ao final de todos os cursos e a ANAC aplica provas aos candidatos sempre com o mesmo percentual mínimo de acerto: 70%.

Quanto custa se tornar um piloto de avião?

Se o seu objetivo for mesmo ser um piloto de companhia aérea, prepare-se, pois os gastos são enormes. Sem contar uma faculdade, que não é obrigatória mais ajuda demais na hora de conseguir um emprego, os valores para a obtenção de uma licença de piloto comercial ou até mesmo um PLA podem chegar a R$ 200 mil.

Nesses gastos estão inclusos os exames médico de 2ª e 1ª classes, cursos práticos e teóricos, horas de voo e até mesmos os gastos com simuladores de aeronaves específicas (estes pagos pelas próprias companhias aéreas). Somente para voar, são gastos de R$ 500 a R$ 800 por hora.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: