Carrefour nega possível parceria com empresa chinesa

A rede francesa Carrefour negou a informação, publicada no jornal de negócios francês Les Echos, de que está em negociação para uma possível aliança com a China Resources, uma das maiores varejistas de alimentos da parte continental chinesa.

"Negamos formalmente a informação publicada pelo Les Echos", disse neste domingo um porta-voz do Carrefour.

O jornal havia informado em seu site que o Carrefour poderia investir em algumas das joint ventures da companhia chinesa, em uma tentativa de ampliar sua presença no país oriental. Sem citar fontes, o Les Echos também divulgou que o grupo chinês poderia adquirir uma participação na varejista francesa, sem dar maiores detalhes.

Atualmente, o Carrefour possui 208 lojas na China. As informações são da Dow Jones.

Carregando...