Mercado fechado

Carrefour Brasil lança nova plataforma de comércio on-line

Raquel Brandão
·2 minutos de leitura

Compras poderão ser retiradas em 96 lojas físicas O Carrefour Brasil lançou hoje uma nova plataforma de comércio on-line, visando ampliar sua operação no varejo digital. De acordo com a companhia, o novo sistema vai fortalecer as operações de marketplace e multicanalidade da varejista. O lançamento da nova plataforma, desenvolvida pela VTEX, já havia sido anunciado pelo presidente Noël Prioux na teleconferência com analistas sobre os resultados do segundo trimestre, em julho. “Com ou sem Covid-19, vamos acelerar as vendas que já eram fortes antes mesmo da pandemia… A nova plataforma que vamos lançar vai aportar crescimento relevante”, disse Prioux aos analistas. De acordo com a empresa, a estrutura agora é muito mais resiliente e se adapta junto com o número de acessos do site. “Dados do ranking do E-commerce Brasil indicam que o site do Carrefour foi o sétimo mais acessado em setembro. Sua estrutura se mantém ativa independente do pico de pedidos ou volume transacionado, uma vantagem competitiva e, principalmente, um benefício para o consumidor, já que em períodos de grandes compras, como o Natal, o sistema permanece estável e sem impactos em sua navegação”, diz em nota. A empresa não divulga o valor do investimento na nova plataforma. Em resposta por e-mail ao Valor, a companhia afirma que a ideia é mapear toda a jornada de compras. “O cliente precisa ter uma experiência prazerosa no on-line, assim como é no físico, porém com a facilidade e agilidade esperada”, diz o Carrefour destacando a operação multicanal, que conta hoje com 96 lojas para retirada de encomendas on-line. “Nosso cliente vai encontrar algo totalmente novo e redesenhado, com mecanismos de buscas mais personalizados, integração de canais, facilidades de pagamento, além de uma experiência completa de navegação. A nova plataforma possui sistemas de buscas mais inteligentes, que traz para o consumidor os produtos mais adequados para seu interesse de busca.” Na forma de pagamento, a empresa oferecerá a possibilidade de armazenamento dos dados de cartão de crédito utilizados em uma compra. Segundo o Carrefour, essa opção permite que o cliente habitual realize o ‘one-click-buy’ (compra por um clique), sem a necessidade de inserir senha e dados do cartão novamente. No segundo trimestre, o crescimento em vendas comparáveis na operação on-line foi de 75,8%. Os resultados foram impulsionados pelo aumento de 377% no GMV (sigla em inglês para valor bruto de vendas) de alimentos e 65% no GMV de não-alimentos. A venda on-line de alimentos respondeu por 7,7% de todas as vendas alimentares da divisão de varejo do Carrefour em junho. Balint Porneczi/Bloomberg