Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.866,39
    +601,28 (+1,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Carnival vê retorno da frota total de navios até 2º tri de 2022

·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O CEO da Carnival, Arnold Donald, estima que a empresa terá toda a frota de 91 navios de cruzeiro em operação no segundo trimestre do próximo ano, um pouco depois do que a previsão inicial.

A empresa já anunciou datas de retorno de 42 navios até o final do ano fiscal da empresa, que termina em 30 de novembro, segundo atualização trimestral dos negócios divulgada na quinta-feira.

Como outras empresas do setor, as operações de cruzeiros da Carnival permaneceram praticamente paralisadas, com poucas exceções, como a Costa Cruises e a marca AIDA Cruises na Europa. Mas os cruzeiros na América do Norte devem retornar nas próximas semanas.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças têm sido cautelosos sobre o retorno das viagens no segmento depois dos surtos no início da pandemia, mas, nos últimos dois meses, aprovaram planos para muitas viagens sob certas condições. Ao mesmo tempo, a Flórida, com o maior porto de cruzeiros do mundo, obteve recentemente uma liminar, em vigor a partir de 18 de julho, que impede o CDC de impor regras complexas sobre as linhas de cruzeiro nos portos da Flórida. O CDC tem até 2 de julho para propor uma ordem mais rigorosa.

As estimativas mais recentes sobre o prazo para o retorno da Carnival sugerem que a empresa não conseguirá cumprir o melhor cenário fornecido anteriormente. Em 7 de abril, Donald disse em teleconferência que gostaria de ter a frota completa “até o final deste ano” ou início do próximo ano, mas ele descreveu esse período como um desejo.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos