Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.114,16
    -2.601,84 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.808,56
    -587,38 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,23
    +0,52 (+0,68%)
     
  • OURO

    1.639,20
    +5,80 (+0,36%)
     
  • BTC-USD

    19.430,26
    +632,19 (+3,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    446,21
    +13,11 (+3,03%)
     
  • S&P500

    3.655,04
    -38,19 (-1,03%)
     
  • DOW JONES

    29.260,81
    -329,60 (-1,11%)
     
  • FTSE

    7.020,95
    +2,35 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    17.855,14
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    26.602,12
    +170,57 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    11.416,00
    +99,75 (+0,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1666
    -0,0128 (-0,25%)
     

A Carnegie Mellon University e a Mastercard Foundation são parcerias para impulsionar a transformação digital liderada por jovens na África

10.000 jovens em toda a África devem se beneficiar da nova parceria de US$ 275,7 milhões, que irá expandir os programas de engenharia e tecnologia, pesquisa e empreendedorismo na unidade de Kigali da Carnegie Mellon e ajudar a fortalecer o ecossistema de tecnologia, inovação e pesquisa da África.

KIGALI, Ruanda, September 08, 2022--(BUSINESS WIRE)--A Carnegie Mellon University (CMU) e a Mastercard Foundation, em cooperação com o Governo de Ruanda, anunciaram hoje um investimento de transformação em ensino superior e inovação na África para catalisar oportunidades a 10.000 jovens de comunidades economicamente desfavorecidas, sobretudo mulheres jovens, jovens com deficiências e jovens deslocados à força, e impulsionar o desenvolvimento inclusivo.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20220908005009/pt/

Carnegie Mellon University Africa Kigali, Rwanda (Photo: Business Wire)

A parceria de US$ 275,7 milhões com a Mastercard Foundation irá expandir significativamente o ensino avançado em engenharia e tecnologia na CMU-África em Kigali. O investimento da Fundação inclui uma doação de US$ 175 milhões para financiar perpetuamente a CMU-África. Também inclui US$ 100,7 milhões para estabelecer o Centro da CMU-África para a Transformação Digital Inclusiva da África.

Mediante esta parceria histórica com a Mastercard Foundation especificamente, a CMU-África irá:

  1. Expandir a capacidade de instrução, incluindo a introdução de um novo diploma em engenharia de inteligência artificial e programas de aprendizagem online.

  2. Aumentar o grupo anual de estudantes matriculados na CMU-África em mais de 33%.

  3. Fornecer assistência financeira adicional a mais estudantes da CMU-Africa, incluindo maior apoio ao Programa de Bolsas da Mastercard Foundation na CMU-África. A parceria irá proporcionar apoio direto com bolsas de estudo para um total de 300 alunos.

  4. Garantir que os programas recrutem e ofereçam oportunidades para grupos marginalizados, incluindo mulheres, pessoas com deficiência e pessoas deslocadas.

  5. Programas-piloto de imersão na língua inglesa para ajudar a preparar estudantes de pré-graduação de outras universidades africanas para estudos de graduação.

A nova parceria também irá reforçar o ecossistema de pesquisa, empreendedorismo e inovação da África de modo mais amplo:

  1. Estabelecer uma rede de instituições de ensino superior na África que irá trabalhar com o setor privado e os governos a fim de criar condições para a transformação digital inclusiva.

  2. Dar suporte a até 10 universidades africanas para oferecer ensino de engenharia e tecnologia de alta qualidade.

  3. Aumentar a criação de conhecimento digital para impulsionar o desenvolvimento tecnológico e a inovação na criação de empregos através de treinamento, financiamento inicial e oportunidades de cooperação para pesquisadores da CMU-África e outras universidades de parceria.

  4. Envolver diretamente professores e funcionários da CMU-Pittsburgh nas atividades da CMU-África para inovar no ensino e ajudar a criar o conhecimento necessário para impulsionar a transformação digital inclusiva da África em campos que incluem agricultura, saúde e finanças, entre outros.

Através destes vários pilares da parceria, um total de 10.000 jovens irão adquirir habilidades para competir no mercado internacional, inovar, projetar novas ferramentas que vençam desafios regionais e mundiais, além de levar estas ferramentas ao mercado.

A Carnegie Mellon é a única universidade de pesquisa dos EUA com programas de mestrado, professores, funcionários e operações em tempo integral no continente. A CMU-África foi fundada em 2011 mediante uma parceria entre a Carnegie Mellon University e o Governo de Ruanda. Através da cooperação estratégica e do respaldo generoso do Governo de Ruanda e do povo ruandês, a CMU-África construiu uma robusta plataforma educacional que atende ao continente.

"A chave para criar oportunidades a promissores estudantes africanos de todas as origens socioeconômicas é o acesso à educação nas áreas de alta tecnologia que estão impulsionando as economias do futuro", disse Farnam Jahanian, presidente da Carnegie Mellon University. "Somos gratos à Mastercard Foundation por sua parceria com a CMU nos últimos seis anos para ajudar a capacitar a próxima geração de líderes da África e estamos muito satisfeitos em expandir ainda mais nossa parceria. Com esta nova cooperação, iremos acelerar nossa missão compartilhada e proporcionar experiências educacionais e de carreira com mudanças de vida de estudantes em todo o continente."

A África tem a população mais jovem e que mais cresce no mundo. Em 2030, haverá 375 milhões de jovens no mercado de trabalho na África, e este número deverá crescer a mais de um bilhão de pessoas nas próximas décadas. Os jovens na África representam a força de trabalho por vir, podendo servir como uma força para a transformação da África se tiverem habilidades e conhecimentos para participar e construir as economias do futuro.

"Os bolsistas da Mastercard Foundation e os graduados deste programa estarão na vanguarda da criação de tecnologias e empresas que irão gerar empregos bem como aumentar a competitividade econômica da África. Estamos animados com o fato de esta iniciativa reforçar o papel das universidades africanas no desenvolvimento de cientistas, inovadores e solucionadores de problemas do continente, além de gerar conhecimento que irá beneficiar a sociedade de forma mais ampla", disse Reeta Roy, presidente e diretor executivo da Mastercard Foundation.

A nova iniciativa tem por base uma parceria anterior entre a Mastercard Foundation e a Carnegie Mellon University, bem como uma parceria bem-sucedida de 10 anos entre o governo de Ruanda e a CMU-África que conectou 561 jovens de 21 países africanos ao treinamento de classe internacional, incluindo 125 alunos com o suporte do Programa de Bolsistas da Mastercard Foundation.

"A parceria estratégica com a Carnegie Mellon University é um dos principais investimentos do governo de Ruanda para apoiar o desenvolvimento de uma massa crítica de habilidades em ciência e tecnologia, sobretudo em TIC, exigidas pela economia do conhecimento e para ajudar a acelerar a transformação socioeconômica de Ruanda e da região. Expressamos nossos sinceros agradecimentos à Mastercard Foundation por seu significativo apoio, que ajudará Ruanda a concretizar sua visão para o futuro ao estabelecer o Centro Regional de Excelência em Ruanda (CMU-África) e garantir a sustentabilidade do programa. O Centro Regional de Excelência, junto com outras estratégias importantes, ajudará a garantir que façamos parte e nos beneficiemos da revolução digital mundial", disse Valentine Uwamariya, ministro da educação em Ruanda.

A CMU-África oferece graduação em tecnologia da informação, engenharia elétrica e de computação bem como engenharia de inteligência artificial através da renomada Faculdade de Engenharia da Carnegie Mellon, com os mesmos padrões, currículos e requisitos do campus de Pittsburgh. Na primavera de 2022, o programa inscreveu mais de 230 alunos representando 21 países africanos.

"O apoio da Mastercard Foundation irá nos permitir acelerar nossa estratégia para a África, que é definida exclusivamente para preparar alunos do ensino superior a satisfazer as complexas necessidades do futuro digital, junto com a pesquisa e o empreendedorismo necessários para competir na economia mundial", disse William Sanders, reitor da Faculdade de Engenharia.

O impacto da CMU-África inclui uma taxa de emprego próxima a 90% no primeiro ano de graduação. Seus ex-alunos fundaram ou ingressaram em empresas de startup, estão cursando seus doutorados nos principais programas de doutorado nos EUA e na Europa e atuando em escritórios de informação do governo, inclusive no governo de Ruanda e no Banco Mundial.

"A Mastercard Foundation vem sendo uma parceria crucial no crescimento da CMU-África, pois ajudamos a atender à crescente demanda por talentos técnicos de alta qualidade que irão acelerar o desenvolvimento no continente", disse Allen Robinson, diretor da CMU-África e reitor associado. para programas internacionais na África. "Esta nova e extraordinária fase de nosso relacionamento irá ampliar exponencialmente nossa capacidade de construir uma rede pan-africana que impacta positivamente o futuro dos jovens em todo o continente."

Sobre a Mastercard Foundation:
A Mastercard Foundation trabalha com organizações visionárias para permitir que jovens na África e em comunidades indígenas no Canadá tenham acesso a um trabalho digno e gratificante. É uma das maiores fundações privadas do mundo com a missão de avançar na aprendizagem e promover a inclusão financeira para criar um mundo inclusivo e equitativo. A Fundação foi criada pela Mastercard em 2006 como uma organização independente com seu próprio Conselho Administrativo e gestão. Para mais informação sobre a Fundação, acesse: www.mastercardfdn.org. Siga a Mastercard Foundation no Twitter em @MastercardFdn.

Sobre a Carnegie Mellon University:
A Carnegie Mellon, cmu.edu, é uma universidade privada de pesquisa internacionalmente classificada com programas aclamados que abrangem ciências, engenharia, tecnologia, negócios, políticas públicas, humanidades e artes. Nossa comunidade diversificada de acadêmicos, pesquisadores, criadores e inovadores é impulsionada a causar impactos no mundo real que beneficiem pessoas em todo o mundo. Com uma abordagem ousada, interdisciplinar e empreendedora, fazemos o trabalho que importa.

Sobre a Faculdade de Engenharia e a CMU-África:
A Faculdade de Engenharia da Carnegie Mellon University é uma faculdade de engenharia renomada, conhecida por nossa cultura de Cooperação Avançada em pesquisa e ensino. A Faculdade é conhecida por trabalhar com problemas de importância científica e prática. Nossa cultura "criadora" está enraizada em tudo o que fazemos, conduzindo a novas abordagens e resultados transformadores. Nosso aclamado corpo docente tem foco na inovação em gestão e engenharia para produzir resultados transformadores que irão impulsionar a vitalidade intelectual e econômica de nossa comunidade, nação e mundo.

A CMU-África foi fundada em 2011 através de uma parceria entre a Carnegie Mellon e o Governo de Ruanda. A CMU-África é a única universidade de pesquisa dos EUA que oferece seus mestrados com professores, funcionários e operações em tempo integral na África. A instituição está abordando a escassez crítica de talentos de engenharia de alta qualidade necessários para acelerar a transformação econômica do continente africano.Para mais informação sobre o programa de engenharia na África, acesse: africa.engineering.cmu.edu. Siga-nos no Twitter em @CMUEngineering e @CMU_Africa.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20220908005009/pt/

Contacts

Media Contacts:
Carnegie Mellon University
Pittsburgh, Pennsylvania (US)
Hannah Diorio-Toth
+1 412.268.1208        
hdiorio@andrew.cmu.edu 

Sherry Stokes
+1 412.268.5976
stokes@cmu.edu

Kigali, Rwanda (Africa)
Monica Sumbi
+250 791.568.962
msumbi@andrew.cmu.edu