Mercado fechará em 2 h 21 min
  • BOVESPA

    112.537,38
    +1.611,78 (+1,45%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.204,50
    -253,05 (-0,49%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,09
    -0,13 (-0,16%)
     
  • OURO

    1.803,70
    -11,50 (-0,63%)
     
  • BTC-USD

    16.917,10
    -61,25 (-0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    401,53
    +0,11 (+0,03%)
     
  • S&P500

    4.054,51
    -22,06 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.298,30
    -96,71 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.556,63
    -1,86 (-0,02%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.919,75
    -143,00 (-1,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4811
    +0,0157 (+0,29%)
     

Carne feita em laboratório é segura para humanos; entenda como funciona

OGood Food Institute é um centro de estudos sem fins lucrativos com foco na expansão da carne feita com vegetais (Getty IMage)
OGood Food Institute é um centro de estudos sem fins lucrativos com foco na expansão da carne feita com vegetais (Getty Image)
  • Centro de estudos recebeu autorização do FDA para fabricar carne de laboratório;

  • Cientistas utilizam células de animais para produzir alimentos semelhantes;

  • Holanda, Portugal e Espanha também estão investindo no setor.

Criar um alimento que tenha o mesmo sabor da carne sem utilizar recursos de origem animal é o desafio dos cientistas que trabalham no desenvolvimento de comidas de laboratório.

Após anos de aperfeiçoamento, a Food and Drug Administration (FDA) declarou que o consumo de carne cultivada a partir de células animais é seguro para a alimentação humana.

"A FDA está comprometida em apoiar a inovação no fornecimento de alimentos", diz o comunicado do órgão norte-americano. O regulador testou um produto de frango cultivado na Upside Foods, da Califórnia.

Para comercializar os alimentos desenvolvidos, a empresa ainda precisa receber uma série de aprovações, como a emitida pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.

Bruce Friedrich, presidente do Good Food Institute, um centro de estudos sem fins lucrativos com foco na expansão da carne feita com vegetais, aponta que aprovação da FDA é um marco para o futuro dos alimentos.

"A carne cultivada estará disponível em breve para os consumidores nos EUA que desejam que seus alimentos favoritos sejam produzidos de modo mais sustentável, com a produção exigindo uma fração da terra e da água da carne convencional quando produzida em escala", declarou.

Além dos Estados Unidos, Holanda, Portugal e Espanha também contam com diferentes iniciativas tentam criar carne cultivada em células para atender à demanda de consumidores que querem se alimentar sem utilizar da crueldade animal.

Qual a diferença entre carne de laboratório e o alimento feito com plantas?

Ao contrário da carne feita com vegetais, como a de proteína de soja, o alimento de laboratório da Upside Foods contém células de aves reais. Na teoria, isso deve fazer com que o produto tenha um gosto idêntico ao do frango.

O processo conta com a a retirada e isolamento de células de um animal de verdade. As linhas celulares são congeladas e colocadas em tanques de aço para que se dividam e criem um tecido que pode ser utilizado na comida fabricada pela companhia.