Mercado abrirá em 3 h 39 min
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,14
    -0,47 (-0,65%)
     
  • OURO

    1.765,50
    +8,80 (+0,50%)
     
  • BTC-USD

    47.853,25
    -274,60 (-0,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.221,67
    -11,62 (-0,94%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.052,80
    +25,32 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.507,75
    -10,00 (-0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2050
    +0,0202 (+0,33%)
     

Carlyle premia equipes com US$ 2 milhões por foco em diversidade

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O Carlyle Group planeja oferecer prêmios no total de cerca de US$ 2 milhões a mais de 50 executivos e outros funcionários ao redor do mundo que se destacaram em metas vinculadas à diversidade, equidade e inclusão.

O objetivo é “recompensar um grupo de funcionários que foram além”, disse Sandra Horbach, diretora-gerente do Carlyle e codiretora de aquisição e crescimento nos EUA. “Não se trata de dinheiro, tem a ver com reconhecimento e com celebrar contribuições enquanto inspiramos outros a se posicionarem e assumirem um papel de maior liderança na condução da diversidade, equidade e inclusão”, disse em entrevista.

Na segunda-feira, a firma de private equity comunicará os premiados sobre os bônus, que são adicionais aos regulares da empresa, além de seu compromisso desde o início deste ano de atrelar bônus a metas de diversidade. Os funcionários indicaram quase 200 pessoas, e a empresa avalia expandir a quantia disponibilizada para os próximos anos.

Um dos ganhadores é Jay Sammons, responsável global pela divisão de consumo, mídia e varejo que fundou o grupo de recursos de funcionários do Carlyle dedicado à comunidade LGBTQ há cerca de uma década. Sammons tem buscado oportunidades de investimento que incluem empresas controladas por mulheres.

“Desde o primeiro dia, tive o poder de trazer meu eu autêntico para o trabalho que, no início da minha carreira, não sabia ser possível”, disse Sammons depois de a empresa de Washington informar que ele havia sido selecionado para um dos prêmios. “A obrigação que temos como líderes diversificados é sermos muito claros sobre a diversidade, não apenas porque é a coisa certa a fazer, mas porque gera melhores resultados de negócios.”

Mais da metade dos ativos sob gestão do Carlyle são administrados por mulheres, enquanto o salário do CEO Kewsong Lee é calculado em relação a indicadores que incluem o desenvolvimento de uma cultura inclusiva. A meta do Carlyle é ter 30% dos assentos do conselho das empresas de seu portfólio ocupados por pessoas que representam a diversidade até 2023.

“Precisamos avaliar as pessoas sobre isso mais do que no passado”, disse Horbach. “Nosso setor ainda tem um longo caminho a percorrer.”

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos