Mercado abrirá em 4 h 24 min
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,11 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,12 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,30
    +0,40 (+0,62%)
     
  • OURO

    1.835,70
    +4,40 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    58.342,03
    +152,01 (+0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.556,63
    +120,85 (+8,42%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,26 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.147,86
    +18,15 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    28.595,66
    -14,99 (-0,05%)
     
  • NIKKEI

    29.518,34
    +160,52 (+0,55%)
     
  • NASDAQ

    13.678,00
    -31,75 (-0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3645
    -0,0006 (-0,01%)
     

Carlos Wizard reúne empresários em fundo de R$ 50 mi para startups

FILIPE OLIVEIRA
·2 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO. O empresário Carlos Wizard Martins durante o jantar em homenagem ao então vice-presidente Michel Temer, em São Paulo. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO. O empresário Carlos Wizard Martins durante o jantar em homenagem ao então vice-presidente Michel Temer, em São Paulo. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um grupo de 13 empresários lançou nesta segunda-feira o fundo Mentor S/A, para injetar R$ 50 milhões em startups e negócios com potencial de crescimento.

A iniciativa foi criada por Carlos Wizard, da holding Sforza, (responsável por redes como KFC e Pizza Hut no Brasil), junto ao empresário Ricardo Bellino, com quem vinha realizando eventos online para empreendedores.

Também fazem parte do grupo nomes como Janguiê Diniz (Ser Educacional), Caito Maia (Chilli Beans), Chaim Zaher (grupo SEB ), Edu Lyra (Gerando Falcões), e a consultora Rachel Maia.

O fundo vai investir em dez negócios com operação mais consolidada e em dez startups, em estágio inicial.

Wizard afirma que os empresários investidores se dedicarão pessoalmente na seleção dos negócios e no apoio ao crescimento das empresas escolhidas. Eles terão liberdade para indicar com quais projetos possuem mais afinidade.

"Eu passei minha vida no setor de franquias. Se houver algo assim, terei interesse. Mas se aparecer alguém querendo explorar diamantes, pode ser um excelente negócio, mas não entendo nada, Então não tenho interesse em investir."

Wizard diz que a possibilidade de ter orientações de empresários experientes é um dos atrativos do seu fundo para as startups. Segundo ele, a participação nos resultados que cada investidor terá nas companhias escolhidas dependerá do tempo que ele dedicar a cada uma delas.

O fundo dos empresários será gerido pela Bossa Nova Investimentos, de Pierre Schurmann e João Kepler, conhecida por investir em um grande volume de empresas em estágio inicial.

Wizard diz que o objetivo é receber inscrições do maior número de empresas possível. Ele afirma que companhias em qualquer estágio de desenvolvimento podem participar da seleção.

Por outro lado, não há interesse em iniciativas que sejam consideradas modismo e há preferência por projetos com capacidade de internacionalização, afirma

Interessados precisam preencher formulário e depois enviar vídeo de apresentação a partir do site da iniciativa, em www.mentorsa.com.br.

O fundo também será apresentado em evento na rede social de voz ClubHouse nesta segunda-feira, às 21h30.