Mercado fechado

Carlo Acutis, conhecido como 'padroeiro dos jovens', tem milagre no Brasil reconhecido pelo Vaticano

Redação Notícias
·2 minutos de leitura
Beatificação de Carlos Acutis está marcada para acontecer no próximo dia 10. (Foto: Venerabile Carlo Acutis/ Facebook / Reprodução)
Beatificação de Carlos Acutis está marcada para acontecer no próximo dia 10. (Foto: Venerabile Carlo Acutis/ Facebook / Reprodução)

Prestes a ser beatificado pelo Vaticano no próximo dia 10, o adolescente italiano Carlo Acutis, morto em 2006 por leucemia, tem um milagre atribuído ocorrido no Brasil. O feito ocorreu em outubro de 2010, em uma paróquia em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, mas só foi reconhecido pela Igreja Romana em 2019.

Na ocasião, um avô desesperado com o neto doente - diagnosticado com problemas de pâncreas anular - o levou na Paróquia São Sebastião e tocou uma relíquia de Carlo. A relíquia seria uma roupa usada pelo beato que continha inclusive o sangue do adolescente. Ao tocar a relíquia, a criança teria sido curada, segundo o padre Marcelo Tenório.

O túmulo onde está sepultado Acutis foi aberto a visitação do público na quinta-feira (1º), no Santuário de Espoliação em Assis, na Itália.

Leia também

Com um histórico de vida de criação católica na Itália, Acutis tornou-se conhecido ao visitar locais onde ocorreram milagres eucarísticos ao redor do mundo, documentar e catalogá-los em um site que ele mesmo criou.

Com o sepulcro aberto, o estado de conservação do corpo impressionou, já que parece que o adolescente não sofreu decomposição mesmo após 14 anos de seu falecimento. Nas imagens divulgadas, Acutis aparece vestido de calça jeans e casaco de moletom, e com um terço nas mãos.

Milagre atribuído a Acutis no Brasil teria acontecido em Campo Grande, no MS, durante a divulgação do processo de beatificação. (Foto: Redes sociais/Reprodução)
Milagre atribuído a Acutis no Brasil teria acontecido em Campo Grande, no MS, durante a divulgação do processo de beatificação. (Foto: Redes sociais/Reprodução)

A cerimônia de beatificação de Carlo Acutis será realizada na Basílica de São Francisco, em Assis. No entanto, o corpo permanecerá no Santuário de Espoliação e somente uma relíquia - um objeto simbólico da santidade de Acutis - será levada ao local. São esperadas cerca de 3 mil pessoas no local.

Após a beatificação, o corpo de Acutis permanecerá aberto a visitação até o dia 17. No final, o túmulo do beato será fechado.

BEATIFICAÇÃO

Nascido no Reino Unido, mas com pais italianos, Carlo Acutis tornou-se conhecido ao documentar e catalogar milagres eucarísticos e postá-los em um site. As visitas aos locais onde os milagres ocorreram começaram a partir dos 11 anos, em 2002, e seguiram até 2005, meses antes de sua morte por leucemia, em outubro de 2006.

Em 2013, mesmo ano em que o processo de beatificação começou, Acutis foi intitulado como um Servo de Deus- o primeiro estágio no caminho para a santidade. Em julho de 2018, o Papa Francisco exaltou sua vida de virtude heróica e nomeou-o como “venerável”. A beatificação foi autorizada pelo Papa Francisco em fevereiro deste ano.

Ele é conhecido como padroeiro dos Estudantes e da Juventude.