Mercado abrirá em 6 h 22 min

Cargill lidera entre exportadores de grãos do Brasil em 2019; veja os destinos

SÃO PAULO (Reuters) - A multinacional Cargill liderou as exportações de soja e milho do Brasil em 2019, com embarques somados de mais de 17 milhões de toneladas, seguida pela Bunge, que acumulou quase 15 milhões de toneladas, mostraram dados divulgados nesta quinta-feira pela agência marítima Cargonave.

O principal destino da soja do Brasil no ano passado foi a China, com embarques somando cerca de 57 milhões de toneladas.

Já o Japão apareceu como maior comprador de milho do Brasil, em ano em que os embarques totais do país superaram 40 milhões de toneladas, novo recorde.


PRINCIPAIS EXPORTADORES DE SOJA DO BRASIL

(em milhões de toneladas)

Cargill........11,04

Bunge..........9,09

ADM............7,54

Dreyfus........7,29

Amaggi.........6,39

Gavilon........4,83

Cofco..........3,7

Glencore.......2,75

Coamo..........2,25

Engelhart......1,98

CHS............1,77

Cutrale........1,6

Bianchini......1,21

ALZ............1,08

CJ.............1,04

NovaAgri.......0,7

Agrex..........0,61

AFG Brasil.....0,6

Olam...........0,54



PRINCIPAIS EXPORTADORES DE MILHO DO BRASIL

(em milhões de toneladas)

Cargill........6,08

Bunge..........5,79

Amaggi.........4,15

ADM............3,74

Dreyfus........3,5

Gavilon........3,36

Cofco..........3,36

Glencore.......2,70

Coamo..........1,3

Engelhart......1,1

Olam...........0,79

NovaAgri.......0,78

AFG Brasil.....0,6

Agrex..........0,54

CHS............0,38

CJ.............0,35

ALZ............0,2



PRINCIPAIS DESTINOS DA SOJA BRASILEIRA

(em milhões de toneladas)

China..........57,17

Espanha........2,40

Holanda........1,63

Tailândia......1,57

Irã............1,46

Turquia........1,26

Rússia.........1,00

Outros.........5,9



PRINCIPAIS DESTINOS DO MILHO BRASILEIRO

(em milhões de toneladas)

Japão..........6,65

Irã............5,50

Vietnã.........3,60

Coreia do Sul..3,35

Espanha........3,08

Egito..........3,01

Taiwan.........2,75

México.........1,94

Bangladesh.....1,5

Malásia........1,36

Marrocos.......1,09

Outros.........7,44


(Elaboração de Roberto Samora e Gabriel Araujo)