Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.216,82
    -322,98 (-0,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.387,18
    +704,99 (+1,54%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,26
    +1,51 (+2,53%)
     
  • OURO

    1.713,30
    -20,30 (-1,17%)
     
  • BTC-USD

    50.666,79
    +3.184,32 (+6,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.013,08
    +24,99 (+2,53%)
     
  • S&P500

    3.819,72
    -50,57 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    31.270,09
    -121,43 (-0,39%)
     
  • FTSE

    6.675,47
    +61,72 (+0,93%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    12.674,50
    -380,75 (-2,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7765
    -0,0856 (-1,25%)
     

Cargill conclui integração de fábrica de rações para suinocultura no Paraná

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A trading de commodities Cargill concluiu neste mês a integração de uma fábrica de rações para suinocultura em Quatro Pontes (PR), antes ocupada pela Beckers, que havia sido adquirida no final de 2019, informou a empresa norte-americana nesta quinta-feira.

Segundo a Cargill, cuja unidade de nutrição animal é detentora da marca Nutron, no período desde a aquisição foram realizadas melhorias internas para adaptação ao padrão global da empresa, com investimentos de mais de 2 milhões de reais.

A companhia afirmou em comunicado que pretende manter investimentos na fábrica, com destaque para a nutrição de animais jovens, mas não detalhou valores. A unidade já conta com duas linhas de produção e duas peletizadoras.

"Seguimos comprometidos com a expansão das operações para os próximos anos... Pretendemos continuar desenvolvendo soluções em nutrição de animais jovens como parceiros de confiança de nossos clientes, criando valor e fazendo a diferença para toda a cadeia da suinocultura", disse o líder comercial de Suínos da Cargill Nutrição Animal, João Fausto.

Para o diretor-geral da Cargill Nutrição Animal, Celso Mello, o movimento coloca a empresa mais próxima de suas metas globais previstas para os próximos 5 anos.

A Cargill havia anunciado a compra da Beckers em 2019. Na ocasião, a companhia norte-americana afirmou que a fábrica adquirida possuía capacidade para produzir 8 mil toneladas mensais de ração.

(Por Gabriel Araujo)