Mercado fechará em 1 h 54 min
  • BOVESPA

    111.874,81
    -736,84 (-0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.489,43
    +23,41 (+0,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,69
    +1,08 (+1,25%)
     
  • OURO

    1.784,30
    -10,70 (-0,60%)
     
  • BTC-USD

    37.099,72
    +517,30 (+1,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    845,15
    +2,69 (+0,32%)
     
  • S&P500

    4.384,95
    +58,44 (+1,35%)
     
  • DOW JONES

    34.390,20
    +229,42 (+0,67%)
     
  • FTSE

    7.466,07
    -88,24 (-1,17%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.270,75
    +284,00 (+2,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0213
    -0,0027 (-0,04%)
     

Carbono entre US$12 e US$13 pode apoiar regeneração florestal, diz presidente da Suzano

·1 min de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente-executivo da Suzano, Walter Schalka, disse nesta quarta-feira que o preço de carbono de 12 a 13 dólares por tonelada pode apoiar a regeneração de um hectare de floresta natural.

Schalka participou nesta quarta-feira do evento Reuters Next e citou que mercados regulados de créditos de carbono são vitais para proteger florestas naturais.

"As mudanças climáticas são algo que não podemos adiar mais", disse o executivo. "O caminho para superarmos isso é por meio do mercado global regulado de carbono."

Em outubro, a Suzano anunciou adiantamento do objetivo de retirar 40 milhões de toneladas de dióxido de carbono da atmosfera, de 2030 para 2025.

A estratégia para cumprir o objetivo inclui produção de energia renovável gerada em suas próprias atividades, disse o executivo.

"Os volumes de árvores que estamos plantando são maiores que o número de árvores que estamos cortando", disse Schalka.

A companhia também está trabalhando para conectar 500 mil hectares de áreas florestais separadas no Cerrado para formar corredores de vegetação para que os animais possam circular, afirmou Schalka.

Para acompanhar Reuters Next: https://reutersevents.com/events/next/

(Por Ana Mano e Jake Spring)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos