Mercado abrirá em 57 mins
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,25
    -1,72 (-2,39%)
     
  • OURO

    1.756,00
    +4,60 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    43.802,12
    -3.436,96 (-7,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.092,21
    -133,32 (-10,88%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.851,30
    -112,34 (-1,61%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,50
    -234,50 (-1,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2322
    +0,0328 (+0,53%)
     

Carapaz vence ciclismo estrada e obtém 2º ouro olímpico da história do Equador

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Richard Carapaz, 28, venceu neste sábado (24) o ciclismo de estrada dos Jogos de Tóquio-2020 e obteve a segunda medalha de ouro do Equador na história das Olimpíadas. Em uma prova normalmente dominada por europeus, o equatoriano triunfou em 6h05min26s. O percurso teve 234 km.

Apelidado de "A Locomotiva" por causa do seu sprint, Carapaz fez o ataque decisivo já no final da prova, junto com Brandon McNulty. O norte-americano não teve fôlego para aguentar o ritmo do equatoriano e ficou para trás, em sexto lugar. Na chegada, a prata acabou com o belga Wout van Aert e o bronze com o esloveno Tadej Pogacar.

Carapaz havia vencido o Giro da Itália, uma das provas de estradas mais importantes do calendário do ciclismo, em 2019. Na ocasião, também tornou-se o primeiro atleta do Equador a conquistar o título. Na recente Volta da França, encerrada na semana passada, ele acabou na terceira posição, um feito considerável para um ciclista do Equador.

O primeiro equatoriano a conquistar uma medalha de ouro na história dos Jogos Olímpicos foi Jefferson Pérez, na marcha de 20 km nos Jogos Olimpicos de Atlanta, em 1996. Na história, o país conta com só mais uma medalha de prata, também obtida por Pérez, nas Olimpíadas de Pequim, em 2008.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos