Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.001,08
    -100,91 (-0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.466,59
    -1.041,76 (-1,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,78
    -0,77 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.829,90
    -12,70 (-0,69%)
     
  • BTC-USD

    38.037,96
    -4.645,59 (-10,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    890,57
    +647,89 (+266,97%)
     
  • S&P500

    4.408,32
    -74,41 (-1,66%)
     
  • DOW JONES

    34.346,65
    -368,74 (-1,06%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.518,25
    -322,75 (-2,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1838
    +0,0537 (+0,88%)
     

Caoa Chery promete dois novos carros 100% elétricos para 2022

·1 min de leitura

A Caoa Chery apresentou o Tiggo 7 Pro nesta semana, mas já está de olho no que quer colocar no mercado para o ano que vem. E o futuro da marca será eletrificado.

Em entrevista exclusiva ao Canaltech, Márcio Alfonso, CEO da Caoa Chery, revelou que a fabricante terá pelo menos dois modelos 100% elétricos no Brasil em 2022. Um deles, inclusive, já tem nome: Arrizo 5E.

"A gente tem que olhar para todos os aspectos e temos novos desafios para eficiência energética. As novas tecnologias permitem fazer essa passagem de motores de combustão, embora refinados, para a eletrificação de automóveis", pontuou.

“O próximo passo é agregar graus de eletrificação nos automóveis. Todos eles vão ter algum nível. Estamos estudando, além do Arrizo 5E, que é nosso sedã 100% elétrico, trazer mais um totalmente elétrico para o Brasil no próximo ano. Nosso grande desafio é trazer híbridos e elétricos”, completou o CEO.

Segundo modelo elétrico é segredo

O segundo modelo citado por Márcio Alfonso deve ser o subcompacto Chery eQ1, subcompacto elétrico que já é vendido na China e tem como principais características o uso primordialmente urbano.

O eQ1 tem motor de 55 kWh, equivalente a 75 cv, e 15 kgfm de torque, com alcance de 402 quilômetros por carga. Caso chegue ao Brasil, ele poderá ser o carro elétrico mais barato do país, superando o JAC E-JS1, hoje dono do posto.

À reportagem do Canaltech, Alfonso fez mistério: “Nosso grande desafio é trazer híbridos e elétricos. Teremos mais um produto inédito, mas isso deixarei para revelar no momento apropriado. Será um produto com muito valor agregado e preço que as pessoas podem pagar”.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos