Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    43.261,45
    +630,45 (+1,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Canoagem: Ana Sátila se despede do Slalom K-1 - feminino dos Jogos Olímpicos de Tóquio

·1 minuto de leitura


A canoísta Ana Sátila, 25 de anos, se despediu do Slalom K-1- feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio nesta terça-feira (28). A brasileira chegou em 13º lugar na semifinal da categoria, perdendo chance de conquistar uma medalha. Mas se anima para começar a competir o Slalom C-1- feminino na próxima quarta-feira (28) às 00h50 (De Brasília).

A campeã mundial júnior em 2014, começou com um ótimo desempenho no primeiro e segundo percursos do Slalom K-1 - feminino. A mineira alcançou o quinto lugar na primeira volta e o 7º na bateria seguinte, na madrugada do último domingo (25). Avançando para uma vaga para a semifinal dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Mas perdeu o pique na semifinal, quando fico em 13º lugar, com o tempo de 114.62s. A primeira colocada e maior chance de medalha de ouro, por sua vez, é a australiana Jessica Fox, que já foi prata em 2012 nos Jogos Olímpicos de Londres, e que segue em primeiro lugar desde as quartas de final.

Experiente em Jogos Olímpicos, esta é a terceira participação da brasileira. Sua estreia foi em Londres-2012, quando a canoísta tinha apenas 16 anos. Na época, ficou em último lugar e também não conseguiu se classificar para a fase final quatro anos depois, no Rio-2016. Mas segue na esperança de se redimir Slalom C-1- feminino ainda nesta edição dos Jogos.

Veja abaixo o calendário das Olimpíadas com datas de disputa por medalhas:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos