Mercado fechado

Cannabis deixa homem com dedos roxos em raríssimo efeito colateral

Um homem de 49 anos ficou com os dedos roxos de tanto fumar Cannabis. As informações foram publicadas na revista Annals of Emergency Medicine. A condição foi apelidada de arterite de cannabis e é considerada um efeito colateral muito raro e grave, que acontece graças ao consumo pesado da droga.

Segundo o relato, o paciente (que não foi identificado) apareceu no pronto-socorro do Boston Medical Center com as pontas dos dedos roxas e úlceras em seus dígitos. Nas seis semanas anteriores, ele havia experimentado rupturas dolorosas na pele dos dedos. Com os exames, a equipe médica descobriu que ele tinha um suprimento inadequado de sangue correndo para as mãos.

Esse efeito colateral tão raro consiste em uma doença vascular que pode causar necrose. É tão rara que apenas cerca de 50 casos confirmados foram publicados na literatura médica entre 1960 e 2008, principalmente em pacientes do sexo masculino mais jovens.

Cannabis deixa homem com dedos roxos em raríssimo efeito colateral (Imagem: Reprodução/Annals of Emergency Medicine)
Cannabis deixa homem com dedos roxos em raríssimo efeito colateral (Imagem: Reprodução/Annals of Emergency Medicine)

No artigo, os médicos apontam que se não for tratada, a condição pode resultar em amputação. A principal teoria é que o THC — a principal substância psicoactiva encontrada na Cannabis — pode atuar como vasoconstritor periférico, ou seja, contrair os vasos sanguíneos. Quando a Cannabis é misturada com tabaco, o arsênico também pode ser um fator responsável por esse tipo de efeito.

De qualquer forma, os médicos descrevem no artigo que o tratamento para a esse efeito colateral da Cannabis é relativamente simples, desde que a necrose não tenha progredido muito. “O tratamento consiste na cessação do tabagismo, que é a única maneira definitiva de interromper a progressão da doença e evitar a amputação. Sem interrupção, as taxas de amputação podem chegar a 40%", apontam os pesquisadores.

De qualquer forma, a Cannabis tem sido usada para fins medicinais. Para se ter noção, em maio deste ano a Anvisa aprovou novos produtos e superou o antigo limite de THC.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: