Mercado fechado

Candidatos à Prefeitura de São Gonçalo escolhem manchetes de jornal que gostariam de ver no fim de possíveis mandatos

Gleriston Barbosa
·1 minuto de leitura

Moradores de São Gonçalo vão às urnas neste domingo decidir quem comandará o município nos próximos quatro anos. Para ajudar o eleitor a tomar uma decisão, o EXTRA perguntou aos candidatos a prefeito Dimas Gadelha (PT) e Capitão Nelson (Avante) que manchete eles gostariam de ver no jornal no fim de 2024, caso vençam a eleição.

Dimas afirma que pretende emplacar a manchente “Moeda social gera milhares de empregos em São Gonçalo”, enquanto Capitão Nelson quer que a notícia ao fim do seu possível mandato seja “São Gonçalo cresce com mais emprego e menos violência”.

Ex-secretário municipal de Saúde de São Gonçalo, o petista Dimas Gadelha promete gerar mais renda e emprego aos moradores da cidade, por meio de uma moeda social.

— Vamos trazer mais renda a quem realmente precisa. A moeda social Tamoio será inspirada na Mumbuca de Maricá, que deu mais dignidade e justiça social à população. A economia local vai ser bem planejada e isso vai levar a possibilidade de gerar emprego — explica o candidato.

O PM da reserva Capitão Nelson carrega a bandeira da segurança pública para conquistar os votos em São Gonçalo. A principal proposta do ex-deputado é expandir o programa Segurança Presente no município.

— Acreditamos que o início da retomada da segurança pública em nossa cidade é a expansão do programa Segurança Presente para outros bairros. E é aqui que pretendo empenhar meus esforços para atingir o objetivo de reativar a economia de São Gonçalo — afirma o capitão.