Mercado fechado

Candidato a prefeito teme impeachment e põe filho como vice

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minutos de leitura
Boca Aberta Jr. ao lado do pai, Boca aberta, candidatos na eleição municipal em Londrina (PR)
Boca Aberta Jr. ao lado do pai, Boca aberta, candidatos na eleição municipal em Londrina (PR)

O deputado federal Boca Aberta (Pros), pré-candidato a prefeito de Londrina (PR), tomou uma decisão para proteger seu mandato caso seja eleito: escolheu como vice o próprio filho, que usa o mesmo nome artístico do pai: o deputado estadual Boca Aberta Jr. (Pros).

O parlamentar, que é campeão de processos na Câmara dos Deputados em Brasília e já foi alvo de pedidos de cassação, alega que a medida é necessária para um eventual impeachment que poderá ser aberto por seus opositores.

“O ‘sistema’ não aceita pobre, defensor do morador do barraco, da periferia no poder", se defendeu Boca Aberta em entrevista ao portal UOL. “Se cassarem a gente, no caso de uma vitória, tem meu filho. É Boca Aberta do mesmo jeito”, prosseguiu.

Boca Aberta foi o vereador mais votado de Londrina em 2016. Dez meses depois de assumir o cargo, teve seu mandato cassado pela Câmara por quebra de decoro parlamentar após fazer uma vaquinha virtual para pagar uma multa eleitoral. Em 2018, foi o mais votado para deputado federal em Londrina e, já em Brasília, passou a ser o deputado com mais inquéritos e ações penais em tramitação na Justiça, segundo levantamento do site Congresso em Foco.

“Respondo a mais de 280 processos, mas isso é tudo acusação de injúria e difamação de políticos da região”, afirmou Boca Aberta. “Para mim, isso é uma honra, um incentivo a denunciar falcatruas”, complementou.

Boca Aberta também é conhecido por situações controversas e bizarras. Em julho de 2019, presenteou o então ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, com um “troféu da Champions League”.