Mercado abrirá em 1 h 7 min

Candidato amanhece em fila por emprego em hotel e restaurante

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - A busca por um emprego fez com que milhares de paulistanos amanhecessem, nesta quarta-feira (13), em uma fila do Feirão de Empregos do setor hoteleiro, no bairro Liberdade, centro de São Paulo.

A ação é organizada pelo Sinthoresp (Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis Bares Restaurantes de São Paulo) e oferece 724 vagas em 17 hotéis da capital paulista. A média salarial inicial vai de R$ 1.230 a R$ 1.630.

A fila de candidatos, que começava na porta da sede da entidade, chegou a dobrar a esquina da rua Taguá. Segundo o sindicato, até o início da tarde mais de 700 pessoas já tinham sido atendidas.

São pessoas que tentam uma colocação no mercado de trabalho, ou mesmo uma mudança de área. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o país tem mais de 10,6 milhões de desempregados.

A recepcionista Suzana Silva de Menezes Guerra, 39, trabalha atualmente no ramo de alimentação, mas quer mudar de área e busca uma oportunidade no setor hoteleiro.

Ela chegou ao local por volta das 06h30 e diz já ter encontrado dezenas de pessoas. Esperou quase duas horas até passar pelo atendimento. Carioca, Suzana mora em São Paulo desde 2019 e conta que acabou de concluir um curso técnico na área de recepção hoteleira.

"Já trabalhei bastante como freelancer, mas agora tento um trabalho registrado. Como é uma área que teve bastante saída funcionários, estou confiante que vou conseguir uma vaga", diz.

Entre as oportunidades no feirão estão vagas para jovem aprendiz, ajudantes de limpeza, camareiras, garçons, mensageiros e recepcionistas, que não exigem experiência ou grau mínimo de escolaridade.

Já para os cargos nas áreas administrativas e de manutenção é necessário que o candidato tenha experiência na função. Todas as vagas são efetivas.

Ao todo foram distribuídas cerca de 2.600 senhas. Desse total, 1.200 candidatos devem passar pela triagem até as 17h desta quarta. Os demais atendimentos para quem conseguiu retirar senha serão divididos entre quinta (14) e sexta (15).

A ação envolve grandes redes hoteleiras, como a Accor, Atlantica, Blue Tree, Ca´d´Oro, Estanplaza, Hilton, IHG, Intercity, L´Hotel, Meliá, Palácio Tangará, Panamby, Renaissance, Slaviero, Tivoli e Unique.

Os candidatos passam por um processo de triagem, que consiste na atualização e impressão dos currículos. Depois, eles são atendidos nos guichês das empresas que disponibilizam as vagas.

Segundo Darly Abreu, diretor operacional da escola de hotelaria do Sinthoresp, o processo de seleção será de responsabilidade de cada uma das empresas. A expectativa é de que os selecionados sejam informados em até dez dias sobre a contratação.

Para quem não conseguir a vaga nesse momento, o currículo será encaminhado para um sistema interno chamado Bolsa de Empregos. "Atualmente, a categoria de bares e restaurantes de São Paulo reúne quase 5.000 vagas em aberto. Ou seja, essas pessoas têm muita chance de em um período de até 30 dias estarem empregadas", diz Abreu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos