Mercado fechará em 2 h 29 min

Candidata a vice-prefeita sofre ataque racista e registra boletim de ocorrência

Colaboradores Yahoo Notícias
·1 minuto de leitura
A advogada Edilamara Rangel, candidata da Rede a vice-prefeita de Cariacica (ES)
A advogada Edilamara Rangel, candidata da Rede a vice-prefeita de Cariacica (ES)

A advogada Edilamara Rangel, candidata a vice-prefeita de Cariacica (ES) pela Rede, registrou boletim de ocorrência após sofrer ataques racistas durante um comício eleitoral.

Enquanto discursava em cima de um carro de som, Edilamara e outras advogadas foram ofendidas por um homem que as chamou de “crioulas”, questionou o que faziam ali e disse que “deveriam ir lavar uma trouxa de roupas”.

Leia também

O candidato a prefeito pela Rede, Marcos Bruno, afirmou em vídeo para a campanha que o agressor foi identificado e se posicionou contra as ofensas à sua parceira de chapa.

“Edilamara foi vítima de um ataque racista covarde que machucou muito a gente. Eu não tolero racismo e isso não pode acontecer em Cariacica ou em qualquer lugar do planeta”, disse Bruno.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a promotora Paula Moraes Ribeiro de Freitas, do Ministério Público estadual, pediu que a Delegacia da Mulher abra investigação sobre o caso.

A Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica do Estado do Espírito Santo (ABMCJ-ES) emitiu uma nota em que repudiou “toda e qualquer forma de preconceito, em especial os ataques recentes sofridos pela advogada associada e secretária desta instituição Edilamara Rangel”. “É um absurdo atos tão covardes como esse ainda acontecerem na nossa sociedade”, diz trecho da nota assinada pela presidente da ABMCJ-ES, Catarina Cecin Gazele.